Covid-19 | Medidas de combate à pandemia na região Lisboa e Vale do Tejo são hoje apresentadas

PUB

O número de pessoas infetadas pela covid-19 tem vindo a crescer em Lisboa nos últimos dias, as zonas central e histórica da cidade são as mais afetadas.

Segundo o último relatório, a incidência cumulativa a 14 dias (06/05/2021 a 19/05/2021) o concelho de Lisboa apresentava 118 casos por 100 000 habitantes, e no sábado chegou aos 35 casos por 100 mil habitantes. Se esta tendência não se inverter, poderá chegar os 180 casos na próxima semana.

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) regista um Rt de 1,2, o valor mais elevado a nível nacional.

No concelho de Lisboa, a incidência cumulativa a 14 dias por 100 mil habitantes regista uma tendência crescente desde o início de maio, sendo a população de adultos jovens (entre os 20 e os 39 anos) aquela onde se verifica uma maior incidência.

Ontem, o Secretário de Estado da Saúde, Diogo Serras Lopes, admitiu que “as cautelas adicionais são sempre necessárias. Se for necessário recuar no desconfinamento, as regras são relativamente claras e já vimos concelhos a moverem-se em direção ao confinamento e outras mais ao desconfinamento”. Sobre o recuo ou não nas medidas na Capital, o secretário de estado remeteu para o Conselho de Ministros da próxima quinta-feira referindo que “aí serão reveladas as mudanças, se forem necessárias, relativamente ao tema”.

De acordo com nota enviada às redações, hoje ao final da tarde serão apresentadas as novas medidas a implementar na região de Lisboa e Vale do Tejo, com vista a travar o aumento da pandemia.

 

Leia também