Opinião Política | Alexandre Nascimento (Partido Aliança) – Ainda o PRR…

Opinião Política – Alexandre Nascimento (Partido Aliança)

Ainda o PRR…

 

O governo dos Estados Unidos começa esta semana a dar… é isso mesmo, DAR… 1.400 Dólares (aprox. 1.175 €) à grande maioria dos contribuintes norte-americanos. A quase todos. São milhões de cheques ou transferências bancárias que vão diretamente para o bolso de 90% dos cidadãos, sem qualquer contrapartida, sem fazer perguntas, sem preocupações sectárias. Dinheiro fresco nas mãos dos consumidores para estimular a Economia. Só os mais ricos ficarão de fora.

A ideia é muito simples, apelar ao consumo e à dinamização do mercado interno, através do financiamento das famílias. Ou seja, ao contrário daquilo que é feito por terras lusas, o governo de Joe Biden percebe que, depois de um período muitíssimo gravoso para todos, é preciso colocar dinheiro nas mãos dos norte-americanos, ao invés de financiar obras públicas ou de engordar (ainda mais) a máquina do Estado.

Trata-se exatamente do mesmo mecanismo financeiro que está a ser implementado nos países da União Europeia… ejetar dinheiro nas Economias! A única diferença é que os EUA não dependem de uma bazuca global, o próprio governo vai encarregar-se disso. Só que de uma forma muito mais transparente e, sobretudo, francamente mais justa e mais lógica. Mais justa porque o dinheiro vai para os que mais precisam e mais lógica porque, como é óbvio, ele vai ser gasto, vai ajudar a dinamizar as empresas e… vai, inevitavelmente, enriquecer a Economia americana e fortalecer o País.

Já o governo português apresentou um Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que projeta a forma como vão ser gastos os muitos milhões que vamos receber. Bom… “vamos” é como quem diz! É que, sem surpresa, a receita é a do costume… Estado, Estado e mais Estado.

Para as empresas (que criam emprego e fazem andar a Economia), Zero! Para as pessoas (fustigadas por uma grave pandemia e, em alguns casos, empobrecidas), Zero!

São estes os critérios de justiça e de equidade do governo português.

14,5 Mil Milhões de Euros… gratuitos! O maior financiamento que o País alguma vez recebeu e a custo zero! Uma oportunidade única. Pois bem… vai beneficiar a vida dos portugueses? A resposta é sim! De meia-dúzia!

São visões distintas de um mesmo problema. A questão é que os americanos (mesmo os mais socialistas) há muito perceberam três coisas básicas… que o dinheiro que um governo tem ou recebe não lhe pertence, pertence aos cidadãos… que o Estado existe para proteger, principalmente, os que mais precisam dele… e que quem alavanca as Economias e faz andar os países são as empresas e as pessoas. É por isso que, normalmente, a Economia americana reage tão bem às suas crises e volta a ficar pujante em muito pouco tempo.

Por cá também não!

Alexandre Gomes do Nascimento

Vice-presidente

Partido ALIANÇA

Alexandre Gomes do Nascimento
Empresário, Vice-Presidente do Partido Aliança

Pode ler (aqui) outros artigos de opinião de Alexandre Nascimento


As opiniões expressas neste e em todos os artigos de opinião são da responsabilidade exclusiva dos seus respetivos autores, não representando a orientação ou as posições do Jornal de Mafra


   

Leia também