Torres Vedras | Reabilitação de edifícios no centro histórico para residências universitárias

Em abril de 2019, o Jornal de Mafra noticiava, que o Plano Nacional de Alojamento para o Ensino Superior previa a “requalificação e construção de residências de estudantes, tendo por base as necessidades dos estudantes das instituições de ensino superior e respeitando a sua distribuição por todo o território nacional”.

O plano anunciou que numa 1.ª fase, a decorrer entre 2019-2022, seriam contemplados 263 imóveis situados em 42 concelhos do nosso País, 2 destes edifícios localizam-se na cidade de Torres Vedras.

Edifício F – Rua Trás do Açougue, Quarteirão, n.º 13
Edifício B – Travessa Luís Cardoso, Quarteirão, n.º 14

O Município de Torres Vedras lançou o concurso público para a ”reabilitação de edifícios destinados a residência universitária no Centro Histórico de Torres Vedras” em julho de 2020, tendo concorrido as empresas AECI – Arquitetura, Construção e Empreendimentos Imobiliários, S.A., Alexandre & Vila, Lda. e Antusil – Sociedade de Construções, Lda.

Por deliberação da Câmara Municipal tomada na sua reunião de 5 de janeiro de 2021, o projeto foi adjudicado à empresa AECI, com sede no concelho de Mafra, tendo o contrato sido assinado no passado dia 2 de fevereiro.

A empreitada encontra-se dividida em dois lotes. Os prazos máximos de execução e o preço contratual de cada lote são os seguintes:

  • Lote 1:
    Valor: 191.674,26 €
    Prazo de execução: 455 dias de calendário
    ………………..
  • Lote 2:
    Valor: 149.501,36 €
    Prazo de execução: 364 dias de calendário

O valor total da empreitada é de 341.175,62 euros.

 

 

   

Leia também