Covid-19 | Mafra – 5º concelho do Distrito de Lisboa com maior incidência cumulativa de infeção

PUB

De acordo com os dados da Direção-Geral da Saúde e considerando o período entre 27 de janeiro a 09 de fevereiro, o concelho de Mafra é um dos 119 concelhos que se encontram em risco extremo, relativamente à incidência de infeção por SARS-CoV-2/Covid-19 cumulativa a 14 dias.

Embora o concelho tenha subido da 60.ª para a 35.ª posição dos concelhos com maior incidência, com uma incidência de 1567, a nível do distrito de Lisboa e da Área Metropolitana de Lisboa – era 3.º em ambos -, Mafra, recuperou ocupando agora:

  • a 5.ª posição entre os concelhos do Distrito de Lisboa ficando atrás dos concelhos de Odivelas, Sintra, Amadora e Vila Franca de Xira
  • a 9.ª posição na Área Metropolitana de Lisboa, atrás dos concelhos de Setúbal, Odivelas, Sintra, Sesimbra, Palmela, Moita, Amadora e Vila Franca de Xira

A evolução dos novos casos e de óbitos neste período (27 de janeiro a 09 de fevereiro) foi a seguinte:

O concelho de Mafra, seguiu a tendência nacional durante o mês de janeiro e viu o número de novos casos e de óbitos aumentar exponencialmente.

Tal como a nível nacional, as coisas por Mafra parece que estão a melhorar, se considerarmos os últimos 14 dias (entre 5 e 18 de fevereiro) e analisando os dados disponibilizados pela Câmara de Mafra, o número de novos casos confirmados passa dos 1.592 para os 665 e o número de óbitos diminui dos 76 para os 38.

A situação epidemiológica do concelho ao dia de ontem, 18 de fevereiro, de acordo com os últimos dados disponibilizados pela Câmara de Mafra, pode resumir-se assim:

 

Leia também