Detenções por incumprimento do estado de emergência

PUB

O Ministério da Administração Interna revelou hoje que “a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm desenvolvido uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população”.

Entre as 00h00 de 8 de janeiro e as 23h59 de 14 de janeiro foram detidas 4 pessoas por crime de desobediência, 3 delas por violação da obrigação de confinamento obrigatório.

Foram ainda encerrados 16 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas e instaurados 249 autos:

  • 7 por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira (transportes públicos);
  • 18 por incumprimento do uso obrigatório de máscara ou viseira (salas de espetáculos, estabelecimentos públicos, e outros);
  • 60 por incumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público;
  • 55 por incumprimento horário de funcionamento;
  • 7 por incumprimento por realização de celebrações e de outros eventos;
  • 45 por incumprimento das regras de consumo de bebidas alcoólicas na via pública;
  • 3 por incumprimento das regras relativas aos limites de lotação máxima dos transportes públicos;
  • 19 por incumprimento das regras impostas por autoridade de saúde;
  • 35 por incumprimento do uso de máscara nas vias e espaços públicos.

O comunicado do MAI conclui, afirmando que “o Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência”.

 

Leia também