Requalificação do Mercado Municipal de Mafra aguarda visto do Tribunal de Contas

O contrato para a elaboração do Projeto de Arquitetura e dos Projetos das Especialidades correspondentes à Reabilitação/Alteração do Edifício do Mercado Municipal de Mafra foi assinado em junho de 2020. Em outubro de 2020, o Município de Mafra lançou o concurso público com vista à realização da empreitada de obras públicas para a requalificação do mercado municipal da vila.

A requalificação irá manter a “essência da construção original” do edifício e “reorganizar” o seu interior e a sua funcionalidade “adaptando-o a um novo conceito”, transformando o mercado num “espaço de convivência onde se congregam residentes e turistas”.

[imagem do projeto]
O projeto divide o espaço em três, criando um novo piso, no qual será criada uma esplanada com vista para o Palácio Nacional de Mafra.

[Imagem do projeto]

De acordo com os dados do município o projeto poderá ser sucintamente descrito assim:

“No nível inferior do piso 0, está projetado um bar/ cafetaria;

Piso 0, pretende-se adotar uma solução flexível e polivalente, integrando tanto bancadas para venda dos habituais produtos comercializados no mercado, como espaços para produtos gastronómicos regionais;

Piso 1, com vista para o Real Edifício de Mafra, perspetiva-se a criação de um espaço de esplanada, destinado também a acolher atividades culturais”

Concorrerem ao concurso público as empresas NOW XXI – Engenharia e Construções, Ld.ª, AECI – Arquitetura, Construção e Empreendimentos Imobiliários, S.A. e TPS – Teixeira Pinto & Soares, SA, tendo o projeto sido adjudicado à AECI.

O contrato foi assinado em 9 de dezembro de 2020, atingindo o valor de 1.285.915,92€, com um prazo de execução de 240 dias, encontrando-se agora a aguardar visto do Tribunal de Contas para que as obras se possam iniciar.

 

 

Leia também

Comentário