Torres Vedras é “Autarquia + Familiarmente Responsável” pelo 12º ano consecutivo

O Observatório de Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) distinguiu 81 municípios com a Bandeira Verde de Autarquia Familiarmente Responsável, por práticas amigas das famílias.

Torres Vedras recebeu a distinção “Autarquia + Familiarmente Responsável 2020” pelo 12º ano consecutivo, tendo recebido a bandeira com palma (por lhe ter sido atribuídoido o prémio por três ou mais anos consecutivos).

A atribuição desta bandeira deve-se a um conjunto de medidas implementadas pelo município ao longo do ano de 2019, das quais a autarquia, em comunicado, destaca:

– Lançamento do Gabinete de Inserção Profissional (GIP), que visa intervir ao nível da formação e desemprego através do esclarecimento e encaminhamento formativo e profissional, atuando na inserção ou reinserção profissional de desempregados.

– Implementação do programa de voluntariado jovem “Faz Parte”, que visa incrementar a participação cívica dos jovens através do incentivo à prática do voluntariado nos domínios do Ambiente, Associativismo, Cultura e Social, valorizando-se atividades de educação não formal, desenvolvidas em entidades promotoras de voluntariado no Concelho.

– Desenvolvimento de iniciativas de preservação do ambiente e promoção da sustentabilidade, como a introdução de alimentos biológicos nas refeições escolares e a entrega de kits de educação ambiental aos alunos do 4.º ano (iniciativa que se insere no Plano Integrado de Combate ao Insucesso Escolar – “Aluno ao Centro”).

– Dinamização de ações centradas nas famílias e crianças, tais como o “Play Day – Brincar de Rua”; o projeto europeu “Colourful Children”, em parceria com Espanha, Suécia e Itália, que tem vindo a trabalhar a igualdade de género no pré-escolar; o projeto europeu “MLO – Moving and Learning Outside”, em parceria com a Noruega, Grécia, Estónia e Croácia, também dirigido ao desenvolvimento global das crianças em idade pré-escolar; quatro novas atividades de enriquecimento curricular dirigidas às crianças do 1.º ciclo do ensino básico que frequentam escolas públicas do Concelho; e o projeto “Mini Agostinhas”, que visa potenciar o uso da bicicleta em contexto escolar e promover estilos de vida saudáveis e padrões de mobilidade mais sustentáveis, através de atividades formativas para alunos e professores.

– Implementação do programa “Abem – Rede Solidária do Medicamento”, medida que garante o acesso a medicação gratuita a cerca de 40 cidadãos (e respetivos agregados familiares), em parceria com a Associação Dignitude.

O Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis é uma iniciativa da Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, em parceria com o Instituto da Segurança Social, para acompanhar, galardoar e divulgar as melhores práticas das autarquias.

A atribuição da bandeira “Autarquia + Familiarmente Responsável” resulta de um inquérito realizado a nível nacional e distingue os municípios que adotam políticas efetivas de apoio às famílias em várias áreas de atuação: apoio à maternidade e paternidade, apoio a famílias em situação de fragilidade social e em situação de vulnerabilidade, serviços básicos, educação e formação, rede municipal de transportes, saúde e medidas de conciliação entre trabalho e família para os funcionários.

Os 81 municípios galardoados foram: Câmara Municipal da Lousã*, Câmara Municipal da Madalena*, Câmara Municipal da Mealhada*, Câmara Municipal de Abrantes*, Câmara Municipal de Águeda*, Câmara Municipal de Albergaria-a-velha, Câmara Municipal de Alcanena, Câmara Municipal de Alcoutim*, Câmara Municipal de Alenquer, Câmara Municipal de Almeida, Câmara Municipal de Almodôvar*, Câmara Municipal de Amadora*, Câmara Municipal de Amares*, Câmara Municipal de Angra do Heroísmo*, Câmara Municipal de Arganil*, Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos*, Câmara Municipal de Barcelos, Câmara Municipal de Boticas*, Câmara Municipal de Braga*, Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto*, Câmara Municipal de Câmara de Lobos, Câmara Municipal de Cantanhede*, Câmara Municipal de Cascais*, Câmara Municipal de Castro Marim*, Câmara Municipal de Coimbra*, Câmara Municipal de Coruche*, Câmara Municipal de Estarreja*, Câmara Municipal de Faro, Câmara Municipal de Figueira da Foz*, Câmara Municipal de Funchal*, Câmara Municipal de Góis*, Câmara Municipal de Gouveia*, Câmara Municipal de Ilhavo*, Câmara Municipal de Leiria*, Câmara Municipal de Loulé*, Câmara Municipal de Loures*, Câmara Municipal de Lousada*, Câmara Municipal de Mação*, Câmara Municipal de Mértola*, Câmara Municipal de Miranda do Corvo*, Câmara Municipal de Monção, Câmara Municipal de Montijo*, Câmara Municipal de Nelas, Câmara Municipal de Odivelas*, Câmara Municipal de Oeiras*, Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis*, Câmara Municipal de Oliveira do Hospital*, Câmara Municipal de Ourique, Câmara Municipal de Ovar*, Câmara Municipal de Palmela*, Câmara Municipal de Penafiel*, Câmara Municipal de Pinhel*, Câmara Municipal de Pombal*, Câmara Municipal de Ponta Delgada*, Câmara Municipal de Póvoa de Lanhoso*, Câmara Municipal de Póvoa de Varzim*, Câmara Municipal de Praia da Vitória*, Câmara Municipal de Santarém*, Câmara Municipal de Santo Tirso*, Câmara Municipal de São Pedro do Sul, Câmara Municipal de Sardoal*, Câmara Municipal de Seia*, Câmara Municipal de Sever do Vouga*, Câmara Municipal de Sintra, Câmara Municipal de Soure*, Câmara Municipal de Tábua*, Câmara Municipal de Torres Novas*, Câmara Municipal de Torres Vedras*, Câmara Municipal de Trofa, Câmara Municipal de Valpaços, Câmara Municipal de Vieira do Minho*, Câmara Municipal de Vila de Rei*, Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão*, Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares*, Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Câmara Municipal de Vila Real*, Câmara Municipal de Viseu*, Câmara Municipal do Entroncamento, Câmara Municipal do Fundão* e Câmara Municipal Vila Franca de Xira*.

*Autarquias que recebem bandeira com palma, por receberem o prémio por três ou mais anos consecutivos.

Leia também