Centro Hospitalar do Oeste vai reforçar o número de camas para doentes covid-19

Esta semana, o conselho de administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) revelou que a ocupação de camas para doentes infetados com covid-19 têm “estado perto da capacidade máxima“.

Numa das últimas assembleias municipais, Carlos Bernardes, presidente da Câmara de Torres Vedras, referiu que o Hospital de Torres Vedras é um dos Hospitais de referência não só para a zona Oeste como também para a área metropolitana de Lisboa e que no Hospital de Torres Vedras existem já doentes internados vindos de outros territórios fora da região.

Na passada 5ª feira, as 23 camas disponíveis para acolher internamentos de doentes covid-19, existentes no hospital de Torres Vedras, terão ficado todas ocupadas, não existindo a necessidade de transferir doentes para outros hospitais e duas delas voltaram a ficar vagas na 6ª feira.

O CHO vai reforçar as camas para internamento destes doentes, assim, até ao final do mês serão disponibilizadas 20 camas no Hospital das Caldas da Rainha e até ao final do ano será criada uma nova enfermaria Covid no Hospital de Torres Vedras, com mais 27 camas (que se somarão às 23 já existentes).

O CHO integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

 

   

Leia também