Torres Vedras | Balanço do projeto “Praia Segura” nas praias do concelho em 2020

A época balnear no concelho de Torres Vedras decorreu este ano entre 27 de junho e 13 de setembro, com o lema “saúde, segurança e sustentabilidade”.

Ao longo de 20 km, as 22 praias contaram com vigilância da viatura do projeto “Praia Segura”, com vigilância através de parapente (que se iniciou na época balnear do ano passado) no âmbito do projeto “Alerta | Parapente”, tendo contado este ano, com o reforço de uma moto 4.

Pelo 12.º ano o projeto “Praia Segura” realizou o patrulhamento da costa do Concelho, num veículo devidamente equipado para a prestação do serviço de prevenção e assistência a banhistas, sendo a tripulação do veículo constituída por um nadador-salvador e por um elemento da Autoridade Marítima Nacional.

Este ano, entre os dias 20 de junho e 20 de setembro, durante 930 horas, este veículo percorreu 6 050 km (média diária de 62 km), tendo realizado 11 intervenções.

As intervenções mais relevantes foram:

  • salvamento e/ou recolha de animais (37%)
  • primeiros socorros (27%)
  • acidentes aquáticos/socorro a náufragos (18%).

Também entre os dias 20 de junho e 20 de setembro, o projeto “Alerta | Parapente” realizou 78 voos, (aproximadamente 28 horas de voo), tendo efetuado “avisos a caminheiros, desportistas e banhistas para diversas situações de perigo e se prestado informações a vários caminheiros que percorriam trilhos junto às arribas”.

Devido à pandemia causada pela covid-19, o projeto “Praia Segura” teve este ano um upgrade com vista a reforçar a vigilância e sensibilizar os banhistas (relativamente a questões de ordem de segurança sanitária). Este reforço foi garantido por um vigilante que se deslocou entre Porto Novo e a Foz do Sizandro, em moto 4, e também por assistentes de praia, que nas praias de Santa Helena, Guincho e Formosa receberam os banhistas e geriram a capacidade de ocupação das mesmas.

Leia também