PS Mafra não irá comparecer hoje na reunião da Assembleia Municipal

assembleia municipal de mafra

Em comunicado, a comissão política concelhia do PS Mafra afirma que “os membros da AM eleitos pelo Partido Socialista estranham que se tenha optado por uma reunião presencial em vez de por videoconferência, como recomenda a Resolução do Conselho de Ministros n.º 70-A/2020, de 11 de Setembro“, referido ainda, que “o ajuntamento de mais de 10 pessoas num espaço fechado não deixa de apresentar alguns riscos, especialmente para os presentes que, pela idade ou quadro clínico, sejam mais vulneráveis“.

O mesmo comunicado prossegue referindo que em alternativa, a reunião deveria ocorrer por videoconferência.

O PS Mafra contactou José Bizarro, presidente da Assembleia Municipal de Mafra, no sentido de o sensibilizar para que a reunião ocorresse por videoconferência, mas ainda segundo aquela força política, a resposta passou por considerar que aquela opção “está posta de parte“.

Afirma o PS, “havendo ainda algumas dúvidas científicas acerca do modo como se transmite o vírus da COVID-19, parece certo que a proximidade entre pessoas aumenta o risco de transmissão e que o mesmo não se transmite, de todo, por via electrónica“.

Conclui o comunicado a que temos vindo a fazer referência, afirmando que, “aos cidadãos, especialmente aqueles a quem o povo delegou poderes de representação nos órgãos de soberania, exige-se o estrito cumprimento da Lei e espírito de sacrifício em prol do bem comum. Não se lhes pode, todavia, exigir comportamentos heróicos ou de extraordinária abnegação quando estes não forem imprescindíveis à prossecução dos seus deveres para com a comunidade. Sendo assim, decidiu a bancada do Partido Socialista na AMM não se apresentar presencialmente”.

Assim, os deputados municipais pelo PS estarão ausentes da reunião da Assembleia Municipal de Mafra que hoje terá lugar pelas 21 horas, no Edifício da Loja do Cidadão em Mafra.

Leia também