Torres Vedras | Detidos por comercialização de armamento e material furtado

O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Torres Vedras, deteve hoje, dois homens, de 51 e 66 anos, pela prática dos crimes de “detenção de arma proibida e recetação de armas e material furtado, no concelho de Torres Vedras”.

Decorria, há cerca de um mês, uma investigação por detenção de arma proibida que surgiu a partir de uma vaga de furtos a nível nacional em que o modus operandi consistia na compra material furtado, incluindo armamento pelos suspeitos para “depois comercializar o material subtraído como se fosse da sua propriedade”.

Os militares da GNR deram cumprimento a “nove mandados de busca, dos quais três domiciliárias e seis em veículo” que terminaram com a apreensão dos seguintes materiais:

  • 15 armas de fogo;
  • 355 munições de vários calibres;
  • 46 ferramentas de vários tipos;
  • Uma arma branca;
  • Várias partes de diversas armas.

Os detidos serão presentes amanhã, dia 19 de agosto, ao Tribunal Judicial de Torres Vedras para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Esta ação contou com o reforço do Grupo de Intervenção e Operações Especiais (GIOE) e do Grupo de Intervenção Cinotécnico (GIC), dos Destacamentos de Intervenção (DI) de Leiria e Santarém e Núcleos de Investigação (NIC) de Mafra e de Vila Franca Xira, num total de 50 militares.

   

Leia também