“Lisboa na Rua” | Música, teatro, cinema, circo e dança saem para as ruas da cidade de Lisboa

A partir de 5ª feira, 13 de agosto e até setembro, a música, o teatro, o cinema, as conversas, as visitas guiadas e a dança saem para as ruas da cidade de Lisboa, mas sem “grandes palcos nem espetáculos para milhares de pessoas”.

O “Lisboa na Rua” deste ano promete “voltar a trazer a cultura para a rua”, mas “respeitando todas as medidas de segurança recomendadas” de modo a “preservar a saúde pública” uma vez que tudo irá acontecer em “espaços com lotações limitadas, distâncias de segurança, com máscaras e higienização”.

O programa é o seguinte:

De 7 agosto a 25 setembro

Noites de Verão

Ciclo de concertos

Programa

Os concertos realizam-se respeitando as normas em vigor e as distâncias de segurança entre lugares. A lotação é limitada e recomenda-se o uso de máscara.
A entrada é gratuita para todos os concertos mediante levantamento de ingresso.
A reserva de bilhetes deve ser feita através do e-mail bilheteira@galeriasmunicipais.pt

De 17 agosto a 23 agosto

Bairro em Festa’20

Concertos, espetáculos, exposições, cinema, debates e gastronomia aos bairros do Intendente, Pena, Anjos e Arroios, fazendo da Avenida Almirante Reis “a coluna vertebral” de um território.

Programa

Evento de entrada livre, com lotação limitada e mediante levantamento de bilhete.
A reserva de bilhetes deve ser feita através do e-mail  bairroemfesta@gmail.com, indicando o nome e o contacto telefónico de quem faz o pedido.

De 25 agosto a 30 agosto

Lisboa Mágica

Festival Internacional de Magia de Rua
O programa apresenta vários convidados internacionais com créditos firmados na área da Magia de Rua e que, durante seis dias, irão realizar diversas atuações em jardins da cidade.ProgramaEvento de entrada livre, com lotação limitada e mediante levantamento de bilhete.

De 27 agosto a 30 agosto

FUSO

Anual de vídeoarte internacional de Lisboa

É oúnico festival de videoarte que decorre ao ar livre em Lisboa, em espaços singulares como jardins e claustros de museus.

Programa

De 29 agosto a 29 setembro

Outro Olhar: Filthy Luker & Pedro Estrellas

Em Lisboa, a natureza vai ganhar nova vida. Quando menos esperarmos, uma árvore olha para nós com olhos sorridentes e parece querer chamar a nossa atenção.

As instalações podem ser vistas no eixo Praça Duque de Saldanha, Av. da Liberdade, Restauradores, Rossio e Cais do Sodré.

 

De 3 setembro a 6 setembro

Amália no Cinema

No centenário do nascimento de Amália Rodrigues é recordada a sua faceta de atriz com um ciclo de cinema ao ar livre, no jardim do Palácio Pimenta.

Programa

Lotação: 150 pessoas; Entrega de bilhetes no dia de cada sessão (máximo 2 bilhetes por pessoa), de acordo com o horário de funcionamento da bilheteira das 11h às 17h.

De 4 setembro a 5 setembro
21h30 – Local a definir

Cinema no Estendal

 

O Cinema no Estendal é um festival itinerante através do qual se promove o cinema, em formato curta metragem e, sobretudo, o cinema na rua. Promove-se o acesso ao cinema num espaço diferente, onde curtas metragens nacionais e internacionais são exibidas, celebrando-se as escadas, os estendais, a vida de bairro, a arte e as cuecas da vizinha.

Entrada livre, sujeita à lotação (50 pessoas) e à reserva prévia de bilhetes através de cinemanoestendal@gmail.com

6 setembro
17h30 no Palácio Baldaya

Dancehall: Dançar a Cidade

O dancehall nasceu nos guetos da Jamaica e é embalado pelo som do raggamurffin, género musical também típico daquele país. O raggamurffin é parecido com o reggae, mas com um som mais eletrónico. No início, os passos assemelhavam-se ao hip-hop, mas, com o tempo, os dançarinos foram criando estilos próprios. É uma dança solo, com ênfase nos movimentos das ancas e do peito, que explora a sensualidade e a diversão.

Lotação limitada, sujeita ao levantamento prévio de bilhetes nos locais.

De 11 setembro a 18 setembro
sex: 19h; qui: 21h na Fundação Calouste Gulbenkian

Orquestra Gulbenkian e os seus solistas

Este ano, não poderá haver um grande concerto num dos jardins da cidade, mas a Orquestra irá atuar em três concertos de entrada livre no Grande Auditório Gulbenkian.

Programa

Entrada gratuita, sujeita à lotação da sala e ao levantamento prévio de bilhetes
na bilheteira da Fundação Calouste Gulbenkian, no máximo de 2 por pessoa.

12 setembro
21h30 – transmissão online

Jorge Palma: 70 Voltas ao Sol

Um concerto para celebrar os 70 anos de um grande compositor, poeta, rock star e boémio. Jorge Palma é também o autor de tantas músicas que fizeram a banda sonora de muitas vidas, ao longo das últimas décadas. O concerto conta com os convidados Cristina Branco e Dead Combo.

De 12 setembro a 27 setembro
sáb: 11h, 16h; dom: 11h, 16h na Estufa Fria

Antiprincesas: Beatriz Ângelo

Este verão, convida-se os mais pequenos a conhecerem a “Antiprincesa – Beatriz Ângelo”, recriando a história desta médica feminista, que foi a primeira mulher a votar em Portugal, logo em 1911, um ano após a Implantação da República. A lei afirmava que só podiam votar cidadãos maiores de 21 anos, que soubessem ler e escrever e fossem chefes de família. O facto de Beatriz Ângelo ser viúva e ter de sustentar a sua filha permitiu-lhe invocar em tribunal o direito de ser considerada “chefe de família”.

Maiores de 6 anos

Entrada livre, com lotação limitada, sujeita a reserva prévia através de bilheteira@teatrosaoluiz.pt e levantamento no dia, 30 minutos antes do espetáculo, no limite de 4 bilhetes por pessoa/ família.

20 setembro
17h30 no Palácio Baldaya

Samba: Dançar a Cidade

O samba é um género musical e de dança que está indiscutivelmente ligado à génese da cultura brasileira. Foi essencialmente a fusão de estruturas musicais africanas, indígenas e algumas influências europeias que ao longo do tempo tornou o samba numa das principais manifestações da cultura brasileira. Apesar de parecer complicado, é mais fácil do que imagina. No próximo Carnaval, vai fazer um brilharete!

Lotação limitada, sujeita ao levantamento prévio de bilhetes nos locais.

De 24 setembro a 27 setembro

Lisboa Soa

O Festival Lisboa Soa 2020 irá contar com instalações sonoras, performances, passeios sonoros e algumas atividades online.

Programa

Eventos de entrada livre, com lotação limitada e sujeitos a inscrição através de lisboasoa@gmail.com

De 26 setembro a 27 setembro

9.ª edição do Open House Lisboa

A Open House, o evento que abre as portas da arquitetura de Lisboa, ganha este ano um novo formato. Um programa de passeios sonoros todo realizado em espaço exterior com o objetivo de re-interpretar e enriquecer o histórico do evento, adaptando-se à manutenção das recomendadas distâncias físicas.

Programa

27 setembro
17h30 no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta

Afro Dance: Dançar a Cidade

Nas danças africanas, o corpo é o principal instrumento de expressão, já que, de acordo com a sabedoria ancestral, é através dele que se manifestam as energias do cosmos e da natureza que se está a invocar. A dança está presente no dia a dia e é usada como forma de celebração em todos os momentos da vida.

Lotação limitada, sujeita ao levantamento prévio de bilhetes nos locais.


O Jornal de Mafra e a DGS Aconselham


Mantenha-se protegido
Cuide de si, cuide de todos!


   

Leia também