Covid-19 | Com 164 surtos ativos o país tem os melhores resultados desde março

PUB

Portugal tem 164 surtos ativos, sendo:

  • 41 na região Norte
  • 10 na região Centro
  • 84 na região de Lisboa e Vale do Tejo
  • 13 na região do Alentejo
  • 16 na região do Algarve.

Na conferência de imprensa de atualização dos dados sobre a pandemia causada pela covid-19 no nosso país, Rui Portugal, subdiretor geral da saúde afirmou que “a situação dos surtos e a transmissão da doença alterou-se”. Os surtos deixaram de estar ligados a questões de trabalho ou de socialização estando agora a ocorrer com maior frequência em seio familiar. Rui Portugal deu o exemplo da região centro onde cerca de metade dos surtos têm “origem familiar”.

O subdiretor geral deixou novamente uma mensagem às famílias que ao coabitarem neste tempo de férias se lembrem “que não é por ser um familiar” que não pode ocorrer risco de contaminação e que todos “temos a responsabilidade de proteger as diferentes gerações de cada uma das nossas famílias”.

Apesar dos “melhores resultados” que se tem verificado não podemos baixar a guarda, nem “alterar os nossos comportamentos” afirmou ainda Rui Portugal.

A semana passada, de 2 a 8 de agosto, foi a semana com menor número de infeções desde a semana que terminou a 15 de março. O número de doentes internados também tem vindo a diminuir, sendo hoje o número de doentes internados em cuidados intensivo (29) o menor desde 02 de março.

António Lacerda Sales, secretário de estado da Saúde referiu que estes são “números que nos dão alento, mas que reforçam que é preciso continuar esta caminhada longa e com obstáculos, sobretudo quando o mundo está quase a atingir a barreira dos 20 milhões de infetados”.

O secretário de estado revelou ainda que a linha de aconselhamento psicológico atendeu, desde 1 de abril, cerca de 28 mil chamadas, enquanto a linha de atendimento para surdos recebeu mais de 280.

Continuamos firmes, determinados e resilientes. Continuamos a precisar do esforço de todos” afirmou António Lacerda Sales.

 


O Jornal de Mafra e a DGS Aconselham


Mantenha-se protegido
Cuide de si, cuide de todos!


Leia também