Mafra | Sinalética UNESCO custou cerca de 92 mil euros

A Sinalética que surgiu na vila no dia em que se assinalou o 1º Aniversário da inscrição do Monumento de Mafra como Património da UNESCO foi adquirida pela Câmara de Mafra, por consulta prévia, pelo valor global de 92.040,09 €.

A escolha para realização das peças recaiu sobre o designer mafrense Rui Tomás, tendo a Consulta Prévia sido efetuada à empresa da qual foi cofundador e é gerente, a TRÊS DÊ, LDA, uma empresa constituída em 1996, em Mafra, mas que em 2018 mudou a sua sede para Gouveia.

São 8 peças que constituem esta sinalética e a sua execução envolveu 7 empresas e mais de “60 pares de mãos” a fazer fé nas palavras do seu autor.

(*) A consulta prévia é o procedimento em que a entidade adjudicante convida diretamente pelo menos três entidades à sua escolha, a apresentar proposta, podendo com elas negociar os aspetos da execução do contrato a celebrar.


O Jornal de Mafra e a DGS Aconselham


Mantenha-se protegido
Cuide de si, cuide de todos!


Leia também