Centro Hospitalar do Oeste | Primeira teleconsulta de Ortopedia foi com um doente de Mafra

centro hospitalar do oeste

Dada a atual situação desencadeada pela pandemia por covid-19, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) passou a disponibilizar aos utentes a possibilidade da realização de teleconsultas nos Serviços de Ortopedia e de Medicina Física e Reabilitação (MFR).

As teleconsultas permitem “de uma forma mais próxima, mais cómoda e mais fácil, o utente pode ser observado por um médico através de computador, smartphone ou tablet, evitando a deslocação ao Hospital”.

A primeira teleconsulta de Ortopedia foi realizada no início de junho, a partir do Centro de Saúde de Mafra (ACES Oeste Sul), onde estava presencialmente um médico de Medicina Geral e Familiar com um doente.

O Serviço de Ortopedia do CHO – a funcionar nas unidades hospitalares de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras – observou no ano passado 11.802 utentes, num total de 19.625 consultas médicas. No Dia Mundial da Criança, dia 1 de junho, teve o seu início, simbolicamente, a teleconsulta de Ortopedia Infantil. Na Ortopedia Infantil, desde o recém-nascido ao adolescente, em 2019 foram observados 572 utentes, num total de 963 consultas.

A Medicina Física e Reabilitação iniciou de igual modo a atividade de teleconsulta, com recurso à utilização de comunicações interativas, com a presença do utente junto do seu médico de família (neste caso com o utente no ACES Oeste Norte). Em 2019, neste serviço, foram observados 3 630 utentes, num total de 7.600 consultas externas presenciais, realizadas nas três unidades do CHO.

Para o Conselho de Administração do CHO, a implementação das teleconsultas “vem trazer vantagens claras para profissionais e utentes, nomeadamente na agilização de procedimentos, na redução das deslocações ao hospital nesta fase da pandemia e na redução das listas de espera, que aumentaram nos últimos meses com a suspensão da atividade assistencial em 16 de março. Acima de tudo, o recurso às teleconsultas vem reforçar a capacidade de prestação de cuidados de saúde, garantindo qualidade nas consultas de acompanhamento e seguimento aos utentes da região Oeste”.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

   

Leia também