Voz do Leitor – A feira da Malveira o lixo e a falta de higiene no concelho

A feira da Malveira foi de certo modo o motor do desenvolvimento desta região, pela sua importância, pela qualidade dos seus produtos, pela sua frescura, pela importância que tinha para os agricultores poderem escoar a sua produção e alguns até conviverem com outros.

Entre todas as zonas do país, a feira da Malveira era das mais conhecidas ao longo dos tempos. Era uma feira única, pela variedade dos produtos, até artesanais. Havia agricultores que me contavam que vinham clientes do Algarve muito cedo, abastecer-se de cebolas, alhos, frutas, legumes etc, para as melhores cozinhas dos hotéis. tal como vinham de muitas outras regiões do país, porque era uma feira especial.

Quando fecharam o espaço anterior da feira, sem terem um espaço alternativo com condições, o que eu ouvi em todo o lado foi : ELES VÂO ACABAR COM A FEIRA.

Na altura não acreditei, mas tinham razão, porque grande parte dos agricultores já desistiram porque não vale a pena, o público não pode entrar com os carros para se abastecer e é muito difícil, transportar dezenas de quilogramas como era habitual, ficando o carro longe e sendo os caminhos de acesso íngremes na feira e fora dela, porque só foram privilegiados a ficar na zona plana, os sapatos, as roupas, etc, em detrimento dos vendedores de legumes, fruta, batatas, cenouras, etc., tudo o que é pesado ficou na zona mais alta e de difícil acesso e sem estacionamento perto. Isto é um completo absurdo e um convite à desistência.

E esse abandono a que a feira foi votada reflete-se naturalmente na falta de higiene o que é lamentável.

Todas as terras do país com feiras tradicionais, por vezes com muito menor importância e tradição que esta, procuram mante-las, mas aqui o que todos dizerem é que tudo isto, visa o fim da feira.

Mas a falta de higiene no concelho, não é só na feira, ela também existe nas aldeias vizinhas da freguesia do Milharado, onde o estado de abandono é tal que por vezes até é difícil passar no passeio, porque as ervas dum lado e doutro o envolvem e nos picam. Os caixotes do lixo a abarrotar, o lixo no chão, pessoas irresponsáveis deitam para a rua luvas usadas em monte, embalagens usadas diversa de alimentos, máscaras usadas, etc, . que lá ficam dia após dia, porque há falta de quem faça a limpeza das ruas, sendo em muitos casos os moradores que o fazem. O lixo em redor dos caixotes, enoja qualquer um, pessoas que passeiam os cães e fingem que não sabem que é obrigatório limpar. Mas apesar disso, não há nenhuma intervenção que vise estimular a mudança dos hábitos, como seria de esperar. O Concelho de Mafra é muito bonito, mas a higiene e as zonas verdes cuidadas, são um privilégio apenas de algumas zonas em especial turísticas. Mas esta feira atraia muitos turistas estrangeiros, porque as feiras existem também no estrangeiro e são apreciadas.

Maria Gaspar

   

Leia também