90% de doentes recuperados desde o inicio do desconfinamento

PUB

Desde o inicio do desconfinamento, no dia 4 de maio, registou-se uma redução de mais de 17% do número de doentes em internamento hospitalar e de 16% nos internamentos em Unidades de cuidados intensivos (UCI). Os doentes recuperados registaram um aumento superior a 90%.

Para António Lacerda Sales, secretário de estado da saúde, “isto não significa que devamos relaxar os cuidados e as medidas de distanciamento e de higiene, mas seguramente darmos confiança para seguir coletivamente este percurso para o qual todos fomos convocados”.

De acordo com o último estudo do Instituto Ricardo Jorge e com base nos dados dos últimos 5 dias, o Rt (a probabilidade de um doente infetado infetar outro) total em Portugal é de 0.97, sofrendo pequenas variações regionais.

Apesar de existir uma precessão global de como a fase de desconfinamento tem decorrido, ainda “não é prudente, nem é altura para fazermos balanços porque estamos numa monitorização permanente deste surto. Estamos também a acompanhar de uma forma permanente o impacto destas medidas de forma a criarmos uma margem de segurança para os nossos concidadãos” referiu o Secretário de Estado da Saúde.

 

Leia também