Ritos religiosos públicos poderão voltar em maio

PUB

António Costa vai reunir-se amanhã com com o cardeal patriarca de Lisboa, Manuel Clemente, em análise estará a preparação do levantamento de algumas das restrições às celebrações religiosas, resultantes da situação pandémica que o país vive.

A conversa girará em torno de missas, casamentos, funerais e batizados. De qualquer modo, os rituais religiosos terão de se subordinar às condições sanitárias de distanciamento que permitem prevenir o contágio.

O reinicio da celebração de ritos religiosos acompanhará, pois, o progressivo abrandamento das medidas que têm até aqui pontuado o estado de emergência, nomeadamente ao nível escolar e cultural, do pequeno comércio e das repartições públicas.

Leia também