Lourinhã | Parceria local permite a produção de 500 máscaras por dia

O Município da Lourinhã divulgou ontem que realizou uma parceria com Carlos Valeriano, técnico projetista de vestuário, para a produção de máscaras, a irão começar a ser distribuídas à população.

Estas máscaras, que servem de proteção para quem não se encontra contaminado ou em situação de risco, “são produzidas com Tecido Não Tecido (TNT) à base polipropileno, impedindo assim a passagem de partículas ou gotas de fluidos contaminados, tornando-as reutilizáveis se lavadas a 90 graus”.

A produção está a ser assegurada por 90 voluntários, alguns dos quais, alunos do curso socioeducativo de costura promovido pela Câmara, sendo atualmente a capacidade de produção diária de 500 máscaras, mas pretende-se “chegar num curto espaço de tempo às 1 000 unidades diárias”.

A Direção Geral da Saúde, através da delegada de saúde da Lourinhã, ontem ao final do dia “mostrou-se favorável à sua utilização”. Estas máscaras servem de proteção “para quem não se encontra contaminado ou em situação de risco, tendo por isso como principal objetivo evitar o contacto direto das mãos na face e a possível inalação de gotículas contaminadas”.

As primeiras unidades produzidas serão entregues aos funcionários da Câmara Municipal e das Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, posteriormente estarão disponíveis para a população em geral.

Artigos Relacionados

Leave a Comment