Carnaval de Torres Vedras | Julgado e executado o Rei, terminou o Carnaval 2020

Ontem à noite, com o “Rei julgado e executado” o Carnaval ficou “arrumado”.

As cores da Magia&Fantasia foram arrumadas e de preto se vestiram as gentes para acompanhar a carroça em que seguia o rei entre a Av. Tenente Valadim e o Tribunal de Torres Vedras. O cortejo foi feito ao som de música fúnebre e com a carpideira lamentando a sorte do rei. Durante o caminho foi-se ouvindo “ai meu querido que vais para um sitio tão triste”, “poupem-no”, “ai meu rico marido”, “ai meu querido que agora é que tas mesmo lixado” ou “era tão bom homem”.

A procissão em passo lento contou com as Lúmbias, a banda OSGA ,a Real Confraria do Carnaval de Torres, Ministros & Matrafonas, Fidalgos, Marias Cachuchas e SacÁdegas.

Boa noite povo folião. Sejam todos bem-vindos a este grande julgamento.” Assim se iniciou o julgamento do rei adivinhando-se já o seu trágico destino. “Vai acabar a arder aquele que veio de jumento” referiu o sr juiz prosseguindo “durante 6 dias a cidade foi tua, mas não calhou a ti andar a limpar a rua- (…) Esta malta quando bebe vira uns grandes animais”.

Vindos diretamente do parlamento dois deputados testemunhan contra o rei.

A srª deputada Joacine começou por dizer “este rei vai mesmo ter de arder” e entre uma gaguez e outra, as ciclovias começou por criticar.
Dentre as críticas estiveram a A8, a Linha do oeste e a pediatria do Hospital de Torres Vedras “este governo anda a gozar da gente, então não há dinheiro para quem está doente”.
António Costa, Rui rio e Luís Montenegro também vieram à baila, assim como Marcelo Rebelo de Sousa que “de norte a sul do pais, novos e velhos vai beijar e a malta não percebeu que isso é só para agradar”.
Sobre o Carnaval verde “só se for para inglês ver que de verde só o Corneta”.

O srº deputado André acabou por “tocar” nos pontos positivos – “ao menos nem tudo é mau” neste reinado, referindo-se à redução dos valores dos passes e ao alargamento dos horários, mas “a porra dos autocarros é que vão ficando avariados”. Entre os pontos positivos as obras na N9 também tiveram referência.

Sobre o centro de artes criativas que esta a ser construído no antigo matadouro, ouviu-se, “obra paga a peso de ouro” e que “parece não ter alegria (…) vamos ver se o inauguramos no próximo Carnaval…2023”. O sr deputado diz ainda não “ter entendido o que vão meter lá dentro, não me digam que o Corneta vai fazer de estátua no centro

O Juiz voltou então a tomar da palavra “Ò rei o que é que eu te posso dizer. Ouvidas as testemunhas e depois de muito deliberar só te posso considerar culpado e condenar-te à morte. Enforquem-no e depois queimem-no”.

 

 

 

E as últimas palavras do rei foram:
Depois de muita fantasia e da magia de dias de verão, ontem voltaram as nuvens que pairaram na minha cabeça. Já sei que vou acabar naquela fogueira, mas ainda tenho uma coisa a dizer sem gaguejar: Viva o Carnaval de Torres! Viva o Carnaval de Torres!”.

O rei foi então enforcado e queimado.

A noite foi depois iluminada pelo espetáculo de fogo de artifício que encerrou o Carnaval de Torres Vedras de 2020.

   

Leia também