A Monarquia está instalada na Cidade de Torres Vedras até 26 de fevereiro

Ontem. milhares de foliões acompanharam a carruagem Real que partindo da Estação Ferroviária de Torres Vedras, rumou à Câmara Municipal, local onde os príncipes “se fizeram” Reis, tendo tomado tomarem a cidade.

A viagem foi acompanhada por Zés Pereiras e cabeçudos, associações carnavalescas (Marias Cachuchas, SacÁdegas, Lúmbias, Ministros & Matrafonas, Fidalgos e Real Confraria do Carnaval de Torres), pelas Flauzinas, pelas Majorettes de Wellington e pelas bandas de música OSGA e Banda Real da Ribaldeira.

Miranda dos Santos, Chanceler da Real Confraria do Carnaval de Torres Vedras, coroou os Reis do Carnaval de Torres Vedras, Dom Magickú D’Aragonês do Pincel Encantado e Dona Ariel da Piriquita Safadinha Dápatodos.

Monarcas por decreto real, depois de “ouvidos o 1º ministro, o concelho de anciões que pela frente pouco falam, os confrades, o concelho régio e o Rui Pinto que tramou a Isabel dos Santos” declaram “que nesta velha e sempre famosa cidade de Torres Vedras fique até 26 de fevereiro suspenso o poder local eleito, agora quem manda sou eu e o presidente vai de agostinha percorrer as ciclovias. Que todos os foliões usem da maior compostura e máxima alegria. Sigam as instruções do intendente da polícia, bebam os púcaros e que se divirtam à grande e à Torriense. Que é proibido entrar no corso sem pagar e continua a ser proibido apalpar sua majestade, a Rainha.”

De seguida tomou da palavra o “deposto” presidente da câmara que depois de ungido por pós de perlimpimpim e atingido por passos de magia, tirou do saco mágico algumas cartas que, uma a uma, algo tinham para contar.

Depois do espetáculo de magia, Carlos Bernardes entregou então as chaves da Cidade a suas altezas reais, os Reis do Carnaval de Torres Vedras.

Uma das primeiras medidas tomadas pelos Reis do Carnaval de Torres Vedras foi a de condecorar Janet Lloyd, presidente da Câmara Municipal de Wellington – cidade inglesa geminada com Torres Vedras -, como Duquesa do Carnaval de Torres Vedras. Janet Lloyd recebeu, ainda, a Medalha da Cidade de Torres Vedras.

De seguida, Suas Altezas subiram à varanda do edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras, para saudar a multidão de foliões, hastear a bandeira da Real Confraria do Carnaval de Torres e declarar aberto o Carnaval mais português de Portugal.

E assim, até 26 de fevereiro, ficou instalada a monarquia na cidade de Torres Vedras, onde irá reinar a folia e a diversão.

[Imagens: CTV]

Artigos Relacionados