Não se confirmaram os 4 casos suspeitos (ultimas 24h) de infeção por Coronavírus em Portugal

Nas últimas 24 horas a Direção-Geral da Saúde identificou 3 novos casos suspeitos de infeção por novo Coronavírus (COVID-19) em Portugal e um caso (o 11º) sobre o qual se “concluiu que o caso não configura um caso suspeito de infeção por novo coronavírus (COVID-19)”.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS) trataram-se de:

Um doente regressado da China, que foi encaminhado para o Hospital Curry Cabral, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central;
Um doente regressado também da China, que foi encaminhado para o Centro Hospitalar Universitário de São João;
Uma criança regressada da China, que foi encaminhada para o Hospital Dona Estefânia, Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central;

Nos 3 casos, o resultado foi negativo após realização de análises laboratoriais pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

No 11º caso “uma doente que foi encaminhada para o Centro Hospitalar Universitário de São João” segundo a DGS mas “depois de investigada a história clínica e epidemiológica na presença da cidadã (…) se concluiu que o caso não configura um caso suspeito de infeção por novo coronavírus (COVID-19)”.

Até ao momento, em Portugal, foram detetados 10 casos suspeitos, todos eles negativos.

A nível mundial, segundo os últimos dados do ECDC, entre 31 de dezembro de 2019 e 17 de fevereiro de 2020, foram confirmados em laboratório 71 333 casos de COVID-19 e registaram-se 1.775 mortes.

Os países onde se registaram casos de infeção pelo novo Coronavírus são:

África: Egito (1).

Ásia : China (RPC) (70 551), Hong Kong (Região Administrativa Especial) (57), Macau (Região Administrativa Especial) (10), Singapura (75), Japão (59), Tailândia (34), República da Coreia (30), Malásia (22), Taiwan (20), Vietnã (16), Emirados Árabes Unidos (9), Índia (3), Filipinas (3), Camboja (1), Nepal (1) e Sri Lanka (1) )

América : Estados Unidos (15) e Canadá (8).

Europa : Alemanha (16), França (12), Reino Unido (9), Itália (3), Espanha (2), Rússia (2), Bélgica (1), Finlândia (1) e Suécia (1).

Oceania : Austrália (15).

Outros : Casos com transporte internacional (Japão) (355)

Das 1.775 mortes registadas, 1.770 ocorreram na China, uma em Hong Kong, uma em Taiwan, uma nas Filipinas, uma no Japão e uma na França.

Entretanto, no tempo das redes sociais, um instrumento poderoso mas nem sempre “bondoso”, “Em Hong Kong e Singapura, vagas de consumidores enchem carrinhos de supermercado com arroz, noodles e papel higénico. Rumores de ruptura de stocks desatam debandadas que esvaziam as prateleiras das lojas“, pode ler-se hoje no jornal Público.

Artigos Relacionados