EDP testa tecnologia inovadora de redes inteligentes em clientes de Mafra

Depois dos testes de eficiência energética a cargo do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e da EDP, o projeto InteGrid será agora implementado.

O projeto, que pretende “testar soluções inovadoras, que melhorem o funcionamento da rede elétrica” vai avançar nos 175 participantes selecionados e que irão beneficiar da “instalação de equipamentos de medição inteligente, desenvolvidos para permitir uma maior interação e disponibilização de dados na rede elétrica” que se localizam nas localidades de Alcochete, Caldas da Rainha, Mafra e Valverde.

Ao nível da rede de média tensão será feita a integração de unidades de medida avançada (RTU- Remote Terminal Unit) em 25 instalações em Mafra, incluindo consumidores industriais, parques eólicos e unidades de cogeração. Estas unidades de medida avançada vão permitir aos geradores e consumidores “obter informação sobre os seus perfis energéticos, otimizando os seus processos e contribuindo para a gestão da rede de distribuição, em caso de constrangimentos técnicos”.

No caso da baixa tensão, está a ser instalado um sistema HEMS (Home Energy Management Systems) que “permite controlar equipamentos inteligentes, desde painéis solares e baterias, veículos elétricos e eletrodomésticos”.

Estas soluções estão a ser instaladas nas casas de 150 clientes das localidades de Alcochete, Caldas da Rainha, Mafra e Valverde e vão permitir ao utilizador, através de uma App, “agendar o funcionamento de equipamentos como, por exemplo, ar condicionado ou máquinas de lavar a roupa, gerindo, deste modo, de forma mais eficiente a sua utilização, beneficiando da melhor tarifa e aproveitando a energia autoproduzida através dos painéis fotovoltaicos, gerando ganhos de eficiência”.

Em termos do concelho de Mafra, para além destas interessantes inovações, gostaríamos certamente de poder contar com muito menos interrupções do fornecimento de energia.

 

Artigos Relacionados