Dakar 2020 | A dupla Stéphane Peterhansel e Paulo Fiúza terminam na 3ª posição

Terminou hoje, na Arábia Saudita, a 42ª edição do Dakar.

Os vencedores deste ano foram Carlos Sainz na prova de carros, Ricky Brabec nas motos, Andrey Karginov nos camiões, Ignacio Casale nos quad e Casey Currie e Sean Berriman nos SSV.

Nos carros o vencedor foi o espanhol Carlos Sainz, mas no terceiro lugar do pódio falou-se português. O copiloto Mafrense Paulo Fiúza e o recordista de vitórias no Dakar, Stéphane Peterhansel, foram os 3º classificados da prova rainha do todo-o-terreno.

Este ano, em prova estiveram 14 portugueses – 6 em motas, 4 em carros, 1 em SSV e 3 em camiões – dos quais dois alcançaram lugares nos TOP 10 da classificação geral na categoria carros e SSV, foram eles os copilotos Paulo Fiúza nos carros e Pedro Biachi Prata nos SSV.

 

Aos 44 anos, Paulo Fiúza, sobe finalmente ao pódio depois de em edições anteriores ter alcançado dois 7º lugares enquanto copiloto do argentino Orlando Terranova Argentino.

O Dakar 2020 ficou ainda marcado pela morte do português Paulo Gonçalves, vítima de uma queda fatal ao quilómetro 273, durante a sétima etapa da prova.
Paulo Gonçalves sofreu lesões na zona da cabeça e na região cervical, tendo morrido no domingo passado, aos 40 anos.

 

Resumo da participação portuguesa no Dakar 2020:

Carros:
3º lugar – Stéphane Peterhansel / Paulo Fiúza
15º lugar – Benediktas Vanagas / Filipe Palmeiro
Ricardo Porém / Manuel Pórem: a única dupla totalmente portuguesa abandou a prova na 5ª etapa após um problema com a caixa de velocidades

Camiões (todos os portugueses em prova são mecânicos):
26º lugar – Mathias Behringer / Stefan Henken / Bruno Sousa
Francesc Ester Fernandez / Jean-François Cazeres / José Martins: abandonaram na 2ª etapa
Jordi Ginesta / Marc Dardaillon / Armando Loureiro: abandonaram na 2ª etapa

Motos:
27º lugar – Antonio Maio
31º lugar – Fausto Mota
32º lugar – Mário Patrão
Joaquim Rodrigues: abandonou na 1ª etapa devido a um problema elétrico
Sebastian Bühler (luso-germânico): abandonou na 6ª etapa de pois ter partido motor

SSV:
4º lugar – Conrad Rautenbach / Pedro Biachi Prata

[Imagens: Dakar 2020]

 

Artigos Relacionados