Torres Vedras | Foi ontem inaugurada a nova Unidade de Saúde da Ventosa

A ministra da Saúde, Marta Temido, inaugurou ontem a nova Unidade de Cuidados de Saúde da Ventosa.
Esta unidade de saúde foi alvo de uma intervenção de ampliação e requalificação.

A Unidade de Cuidados de Saúde da Ventosa “é agora constituído por um conjunto mais vasto de espaços, nomeadamente: sala de espera com espaço infantil, espaço de atendimento e secretariado clínico, gabinete de consulta médica, gabinete de consulta de Saúde da Mulher/Planeamento Familiar, gabinete de enfermagem, salas de tratamentos (pensos e injetáveis), sala de movimento/fisioterapia, sala de reuniões, sala de direção, sala de pessoal, vestiários, arquivo, sala de apoio informático e depósitos de material e de resíduos. De referir que a intervenção levada a cabo teve em conta preocupações em termos ecológicos e de eficiência energética, o que incluiu a instalação de painéis solares. Duas médicas, duas enfermeiras, duas assistentes administrativas e uma assistente operacional garantem o funcionamento desta unidade”.

A cerimónia inaugural contou com os habituais discursos.

Carlos Bernardes, presidente da Câmara, afirmou que a Saúde é um dos eixos fundamentais da política do Município, aproveitando a ocasião para revelar que “é vontade do mesmo a criação no futuro de novas unidades de Saúde em Runa, Ramalhal e no centro histórico da Cidade, de forma a “fechar” a rede de equipamentos de Saúde no Concelho”. Carlos Bernardes aproveitou para lançar o repto a Marta Temido, ministra da Saúde, para “que seja definitivamente solucionado o problema da falta de médicos de família no Concelho, já que atualmente nove mil munícipes ainda não possuem”. O presidente da câmara aproveitou ainda para reforçar a necessidade da criação do hospital central do Oeste e ainda o desejo de que “já no próximo ano seja criada uma unidade de cuidados intensivos no “velhinho hospital de Torres Vedras””.

Luís Batista, presidente da Junta da Freguesia da Ventosa, recordou o longo caminho que foi percorrido para a concretização da obra de remodelação da unidade de cuidados de Saúde local, o qual foi marcado por “muitas negociações e perseverança”.

António Martins, diretor do ACES Oeste – Sul, referiu que com a reabilitação desta unidade praticamente todos os residentes na freguesia da Ventosa possuem médico de família tendo ainda realçado as excelentes condições que o remodelado espaço oferece a utentes e profissionais, relevando o espaço para atividade física, onde são ministradas aulas de preparação para o parto.

Marta Temido, ministra da Saúde, recordou a “importância da melhoria dos cuidados de Saúde primários, o que se consegue com intervenções como a que estava a ser inaugurada, tendo no entanto frisado que a aposta do “Serviço Nacional de Saúde do século XXI” passa em muito pela prevenção da doença, o que implica a promoção de estilos de vida saudáveis”.

 

A obra de requalificação e ampliação da Unidade de Cuidados de Saúde da Ventosa representou um investimento de 644.032,17 euros (cofinanciado em 543.161,40 euros pelo Programa Operacional Regional do Centro, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

 

[Imagens: CMTV]

Artigos Relacionados

Leave a Comment