Black Friday não se deixe enganar por falsos descontos

Amanhã é dia de Black Friday, ou “sexta-feira negra”, mais uma importação que Portugal fez do continente americano.

Este evento comercial assinalara-se na última sexta-feira de novembro e várias lojas físicas e online oferecem descontos e vendem produtos a preços fora do que é normal.

Esta é poderá ser uma oportunidade para comprar alguns presentes de Natal, no entanto…

…não deixe de tomar em conta os conselhos da Direção-Geral do Consumidor aconselha:

  • Verifique antecipadamente os preços na loja e na internet, pelo menos 2 semanas antes da Black Friday. Assim, poderá verificar se nos preços da Black Friday estão a ser praticados descontos reais.
  • Para a pesquisa de preços de produtos, utilize um comparador de preços/artigos, existem vários disponíveis na internet.
  • Avalie a relação entre o preço e o desconto praticado. Lembre-se de que nem todos os descontos anunciados na Black Friday são realmente vantajosos.
  • Para evitar filas de espera, pode comprar na internet, porque muitas das ofertas da loja também estão disponíveis online.
  •  Verifique as políticas de trocas ou devoluções de cada loja.

 

A Deco alerta “Confirme se é um bom negócio. Não se deixe enganar por falsos descontos” a Black Friday anuncia grandes descontos numa série de produtos o que nem sempre é verdade.

“Porém, por vezes esta propaganda não corresponde a verdadeiras oportunidades para fazer bons negócios. Em 2016 e 2015, por exemplo, detetámos vários casos de subida dos preços dias antes da Black Friday, por forma a simular promoções mais interessantes, mas enganosas para o consumidor. Em 2017 e 2018, continuámos a encontrar alguns exemplos, mesmo que inferiores a anos anteriores, de promoções enganosas na época da Black Friday e noutras de descontos.”
Deco

Artigos Relacionados