IP garante que “não há qualquer suspensão ou cancelamento” nas obras da ferrovia 2020

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

A Infraestruturas de Portugal (IP) refere em comunicado que “todos os investimentos previstos executar no âmbito do Ferrovia 2020 estão em desenvolvimento e serão concretizados”.

O programa Ferrovia 2020 foi apresentado em 2016 e representa um investimento de dois mil milhões de euros.

O JN avançou esta manhã que o “governo suspende 18 obras na ferrovia do Norte e Centro”, mas a IP garante que “não há qualquer suspensão ou cancelamento” e que “apesar de alguns atrasos verificados e já esclarecidos publicamente, a IP está a realizar todos os esforços no sentido de concretizar este que é o maior plano de investimentos das últimas décadas na modernização da Rede Ferroviária Nacional”.

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, reagiu a esta notícia referindo que “há atrasos e problemas. Agora, cancelamento, desistência ou suspensão de projetos não existe uma única“, referindo ainda que “os constrangimentos que o investimento público enfrenta levam a que, infelizmente, tenhamos que regularmente assistir a atrasos em algumas das obras”, referindo-se a concursos impugnados por alguns candidatos, aos atrasos no Tribunal de Contas ou a avaliações de impacto ambiental que levam a alterações.

O ministro refere também que “o objetivo é até 2023 todos os projetos integrados no programa Ferrovia 2020 sejam concluídos“.

Artigos Relacionados