Sintra | Câmara Municipal encerrou nova unidade de produção de medicamentos no dia da cerimónia

Sintra | Câmara Municipal encerrou nova unidade de produção de medicamentos no dia da cerimónia

A Hikma, foi fundada em 1978 e é uma empresa de medicamentos genéricos, especialista em produtos farmacêuticos estéreis, suspensos e injetáveis liofilizados. Entre os seus produtos encontram-se fármacos oncológicos, anti-infecciosos, antibióticos e medicamentos para doenças do sistema nervoso central. O Laboratório, que chegou a Portugal na década de 80 investiu agora 30 milhões de euros na expansão da fábrica existente em Sintra.

Devido à falta de licença de utilização – licença obrigatória para que a inauguração possa ocorrer – a autarquia de Sintra, através de uma equipa de fiscalização municipal, impediu a realização da cerimónia de inauguração, não permitindo a entrada dos cerca de 75 convidados e pedindo aos que estavam no interior das instalações, para abandonar aquele espaço.

“Os princípios democráticos da igualdade e da legalidade são pilares estruturais num Estado de Direito. Em Sintra cumprimos o nosso dever. Sempre.” [Basílio Horta]

Da operação de fiscalização ao espaço resultou um auto de contra-ordenação sobre a infração ocorrida – ocupação dos edifícios ou suas frações autónomas, sem autorização de utilização – instaurado pela equipa municipal, cujo regime sancionatório varia entre os 1.500 e os 250.000 euros.

 

Artigos Relacionados