Conheça o novo governo que já tem pastas distribuídas

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

Conheça o novo governo que já tem pastas distribuídas

 

O Presidente da República recebeu hoje António Costa, o Primeiro-Ministro indigitado do XXII Governo Constitucional, que lhe submeteu a seguinte proposta de composição do Governo:

Primeiro-Ministro – António Costa;
Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital – Pedro Siza Vieira;
Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros – Augusto Santos Silva;
Ministra de Estado e da Presidência – Mariana Vieira da Silva;
Ministro de Estado e das Finanças – Mário Centeno;
Ministro da Defesa Nacional – João Gomes Cravinho;
Ministro da Administração Interna – Eduardo Cabrita;
Ministra da Justiça – Francisca Van Dunen;
Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública – Alexandra Leitão;
Ministro do Planeamento – Nelson de Souza;
Ministra da Cultura – Graça Fonseca;
Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Manuel Heitor;
Ministro da Educação – Tiago Brandão Rodrigues;
Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social – Ana Mendes Godinho;
Ministro da Saúde – Marta Temido;
Ministro do Ambiente e da Ação Climática – João Pedro Matos Fernandes;
Ministro das Infraestruturas e da Habitação – Pedro Nuno Santos;
Ministra da Coesão Territorial – Ana Abrunhosa;
Ministra da Agricultura – Maria do Céu Albuquerque (sai da Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional – Planeamento)
Ministro do Mar– Ricardo Serrão Santos (professor universitário e foi eurodeputado pelo Partido Socialista entre 2014 e 2019)

Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares – Duarte Cordeiro;
Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro – Tiago Antunes;
Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros – André Moz Caldas.

O Presidente da República aceitou esta proposta que será oportunamente completada com os Secretários de Estado que estão em falta.

“A nomeação e posse do XXII Governo Constitucional está prevista para a próxima semana em data a determinar depois da publicação do mapa oficial da eleição realizada em 6 de outubro e da primeira reunião da Assembleia da República”.

O novo governo deverá tomar posse a 22 ou a 23 de outubro.

Artigos Relacionados