Ciclismo | Academia Joaquim Agostinho conquista 7 pódios no Circuito Jovem das Vindimas

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

Ciclismo | Academia Joaquim Agostinho conquista 7 pódios no Circuito Jovem das Vindimas

 

Decorreu em Alenquer o do 6º Circuito Jovem das Vindimas e os “”Agostinhos” fecham época com chave de Ouro” subindo sete vezes ao pódio.

A Escola Joaquim Agostinho/UDO resume assim a participação dos seus atletas mais novos:
“(…) o benjamim Ruben Pedro e o infantil Francisco Massa foram a expressão máxima do sucesso da academia torriense, ao conquistarem a vitória nas respetivas categorias do encontro de escolas realizado no âmbito do evento. Ainda em benjamins, Gustavo Rodrigues partilhou o pódio com o Francisco ocupando a 2ª posição, enquanto o iniciado Alexandre Rocha terminou a temporada com um honroso 5º lugar.
Em Juvenis, Miguel Malhado foi 8º, Tomás Diogo 16º e Diogo Ouro 30º, ajudando assim a conquistar o 3º lugar final por equipas (…)”.

Na prova para cadetes a equipa alcançou também o 3º lugar por equipas e a classificação individual dos seus atletas foi:
11º lugar – Mário Hipólito
17º lugar – Tiago Costa
20º lugar – Rafael Andrade
28º lugar – Afonso Hermenegildo
31º lugar – Daniel Jorge

A classificação individual da equipa foi:
5º lugar – João Ferreira
14º lugar – André Silva
16º lugar – Henrique Fróis
17º lugar – Duarte Bento
20º lugar – Bernardo Jorge
21º lugar – Daniel Gonçalves
26º lugar – Pedro Santos em 26º
Na classificação coletiva também os juniores conquistaram o 3º lugar por equipas.

 

 

O ciclista Miguel Salgueiro foi chamado à seleção nacional ficando para a história da equipa de Torres Vedras por ser o primeiro ciclista da Sicasal Constantinos a participar num campeonato do mundo.

O Campeonato Mundial sub-23 realizou-se na região de Yorkshire, na Grã-Bretanha e Miguel Salgueiro foi 57º classificado.

“uma experiência fantástica! Uma corrida a uma velocidade alucinante desde o início, mas muito dura e perigosa devido à chuva e ao vento. Fiz o que pude para passar com os da frente pela principal dificuldade do dia antes de entrar no circuito, mas por pouco não foi possível. Ainda assim saio bastante satisfeito com a minha estreia em Mundiais e com um ponto de partida para continuar a trabalhar para o meu futuro. Agradeço ao Sr. José Poeira que acreditou em mim para esta missão, ao staff da Seleção Nacional, a todas as pessoas que me apoiam e aos patrocinadores que tornaram tudo isto possível”. Miguel Salgueiro

 

[Imagens: AJA/UDO]

Artigos Relacionados