PSP aconselha – Utilização de Cartões Multibanco em Caixas ATM

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

PSP aconselha – Utilização de Cartões Multibanco em Caixas ATM

 

No sábado,  em Lisboa, a PSP deteve “2 homens, por os mesmos serem suspeitos da prática do crime de falsidade informática, burla informática e contrafação de moeda/título equiparado”.

Os 2 estrangeiros, ambos oriundos do Leste da Europa, pertencentes a uma rede organizada, faziam clonagem de cartões multibanco em caixas ATM onde instalavam um “dispositivo artesanal de captação e armazenamento de vídeo, bem como um outro inserido na ranhura de entrada/saída de cartões bancários utilizado para copiar os dados do referido cartão, ação técnica conhecida como Skimming nos meandros do crime”.

O processo consistia na instalação, na Caixa ATM, de dispositivos, aguardando depois nas imediações, de onde monitorizavam os transeuntes e as autoridades, e por fim “um dos suspeitos, sob a vigilância do outro”, deslocava-se à referida caixa ATM de onde retirava os dispositivos.

Depois de presentes ao Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa para 1.º interrogatório judicial, foi-lhes aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Estes homens foram detidos em Lisboa, mas este tipo de crime pode ocorrer em qualquer lugar, pelo que a  PSP aconselha:

1 – Ao dirigir-se ao ATM, verificar a presença/proximidade de indivíduos suspeitos com eventual interesse nas suas movimentações.
2 – Observe o ATM de forma a tentar perceber se existe alguma anomalia na estrutura do ATM, peças soltas, cor do plástico “diferente”, teclado e ranhura de introdução do cartão com folgas, presença de camara de filmar e danos visíveis no ATM.  Em caso afirmativo, não recolher/manusear e informar de imediato a PSP.
3 – Seja discreto e previdente aquando da marcação do código PIN, ocultando a sua marcação com as mãos de forma a não ser ilegitimamente captado através de meios técnicos criminosos;
4 – Se o cartão ficar retido, informe de imediato a entidade bancária e verifique a presença de eventuais suspeitos, mesmo que surjam sob o pretexto de ajudar.
5 – Monitorize com frequência as movimentações bancárias.
6 – Evite a inscrição do código PIN no próprio cartão.
7 – Evite a utilização de ATM´s em locais isolados e pouco iluminados.
8 – Não abandone talões de registo de operações no Multibanco.

 

 

Artigos Relacionados