Inauguração da Fexpomalveira – Sessão solene [Imagens]

Inauguração da Fexpomalveira – Sessão solene

 

Com o presidente da Câmara de Mafra em França, no “Lacanau- Bordéus – França, para participar nas comemorações dos 40 Anos do Lacanau Pro”, como se soube posteriormente, através de uma rede social, cada vez mais, a fonte principal de informação dos munícipes (se Trump comunica com os americanos pelo Twitter, porque é que Hélder Silva não há de comunicar pelo facebook?) e  muitos vereadores em férias, as honras municipais foram prestadas por Aldevina Rodrigues (com discurso) e por Sérgio Santos (vereador da oposição, embora tenha aqui estado em representação do AC Malveira).

A sessão solene foi marcada por uma retrospetiva das anteriores 30 edições desta feira, que se realiza desde 1989. Ao palco vieram os presidentes das sucessivas comissões organizadoras (com algumas ausências), que aproveitaram para dirigir algumas palavras à audiência reunida no Pavilhão Ministro dos Santos na Malveira. A comissão organizadora desta 31ª edição é presidida pelo sr. Nuno Pedro.

Assim, foram chamados ao palco, sucessivamente:

Ernesto Ramalheiro – Presidente da Comissão Organizadora da 1ª Expomalveira – “A Malveira é a pátria das feiras e dos mercados

Eurico da Cruz Esteves – “Fexpomalveira é feira, festa e exposição”. “O presidente da câmara da altura (Ministro dos Santos) não costumava ajudar aventureiros, parvos ainda menos, mas malucos ajudava muitas vezes, que eram os que a um mês quiseram realizar a Fexpomalveira

Ernesto João Tomás (ausente)

Manuel Luís Castelo (ausente)

Joaquim Ribas da Costa

José Manuel Soares – “O que se tem visto ao longo dos anos é que a Fexpomalveira tem vindo a melhorar

Gonçalo Pereira Gamboa – “Só quem passa por estas organizações é que percebe o porquê do seu cansaço

Carla Galrão – “Fui até agora a única mulher que liderou a Fexpomalveira e já por duas vezes”

Luís Carlos Galrão – “Eu desde o principio que ajudei algumas pessoas na Fexpomalveira […] todo o convívio que tive aqui e a amizade estão vincados dentro de mim”

Vítor Ferreira Gomes – “Eu fui o que teve mais sorte, a máquina estava tão bem oleada, que foi só carregar no botão e continuar a andar”

Joaquim Barbosa Ribeiro – “Não é fácil fazer Fexpomalveiras, nem de perto, nem de longe

José Pinheiro – “Tenho muito medo que a Fexpomalveira acabe

 

Em comum, estas personalidades terão o facto de representarem várias atividades comerciais/industriais da região, o que é natural tendo em conta tratar-se de uma feira, e o facto de, quase todos, pertencerem ao partido do poder, alguns deles exercendo ou tendo exercido cargos partidários e/ou autárquicos, algo que, não constituirá propriamente razão de admiração, tendo em conta a perenidade da cor política que há dezenas de anos exerce o poder no concelho.

O Jornal de Mafra tentará dar a este certame, o espaço que ele merece (embora os media partners da festa sejam outros), nomeadamente em termos de reportagem, mas sobretudo em termos de informação, no que diz respeito à tradicional animação musical, já que, para além disso, a feira parece manter o seu formato habitual, sem inovações de vulto.

 

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment