Serviço de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar do Oeste fez balanço

Hospital Torres Vedras
[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

Balanço dos 2 meses do serviço de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar do Oeste

 

A funcionarem desde 3 de junho deste ano, as unidades das Caldas da Rainha e de Torres Vedras da Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar do Oeste percorreram já 12 832 Km e realizaram 1 011 visitas.

Nestes primeiros 2 meses foram avaliados 154 doentes, sendo que 54 foram admitidos e 100 foram excluídos por “não reunirem os critérios clínicos, sociais ou geográficos solicitados”.

Dos 54 doentes admitidos, 24 são do género masculino e 30 do género feminino, o doente mais jovem tinha 25 anos e mais velho 98 anos.

As Patologias mais frequentes são as infeções do trato urinário e do trato respiratório.

A Unidade de Hospitalização Domiciliária do Centro Hospitalar do Oeste funciona 24 horas por dia, todos os dias do ano, garantindo “o mesmo nível de qualidade e segurança que o internamento convencional nos cuidados prestados ao doente” e as suas equipas são compostas por médicos, enfermeiros, assistentes técnicas, uma gestora, assistentes sociais, farmacêuticas e nutricionistas.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

Artigos Relacionados