43 vítimas mortais por afogamento no 1º semestre do ano (nacional)

43 vítimas mortais por afogamento no 1º semestre do ano (nacional)

 

No 1º semestre deste ano foram registadas 43 mortes por afogamento em Portugal, menos 18,9% que no 1º semestre de 2018.

As vítimas mortais, 33 homens e 10 mulheres, com idades entre menos de 4 e mais de 85 anos, têm as seguintes nacionalidades: Portuguesa (20), Romena (1), Alemã (1), Americana (1), Moldava (1), Irlandesa (1), Brasileira (1) e em 17 casos, a nacionalidade não foi determinada.

Estas 43 mortes ocorreram em zonas sem vigilância e em apenas 5 existiu uma tentativa de salvamento.

A maioria dos casos ocorreram em Rios (14), seguindo-se o Mar (11) e os poços (10), as restantes mortes ocorreram em tanque(4), piscina doméstica(2), barragem (1) e marina (1).

As causas destas mortes foram:

  • Queda à água: 6
  • Lazer: Tomar banho: 5
  • Queda em poço: 4
  • Pesca lúdica (cana): 1
  • Pesca: embarcação: 1
  • Queda de carro à água: 1
  • Lazer: Kiteboard: 1
  • Limpeza de Açude: 1
  • Não determinada: 23

Estes acidentes aconteceram em 16 distritos, 15 em Portugal continental e 1 na Madeira. Lisboa e Faro foram os distritos com mais incidências registadas, 6 situações cada.

Até ao momento, no Ano 2019 registam-se já 56 mortes por afogamento.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment