Associação Nacional de Municípios Portugueses vê com preocupação atitude da Câmara de Mafra em relação a alerta energético

Presidente da Associação Nacional de Municípios vê com preocupação atitude da Câmara de Mafra em relação a alerta energético

 

A Autarquia de Mafra decidiu – antes mesmo do Governo ter decretado o alerta energético – limitar o abastecimento de combustível a 25 litros, decisão que não passou pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP).

Manuel Machado, presidente da ANMP, critica a decisão tomada pela autarquia de Mafra, quatro dias antes do início da greve e referiu ao ECO ver “com preocupação atitudes deste tipo, porque podem gerar um efeito pernicioso” acrescentando ainda que “existem órgãos do Estado para tomar decisões desse tipo, que não são as autarquias”.

O Governo está neste momento reunido, e às 12h00 fará uma conferência de imprensa  para prestar esclarecimentos a respeito da crise energética e dar conta do parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

One Thought to “Associação Nacional de Municípios Portugueses vê com preocupação atitude da Câmara de Mafra em relação a alerta energético”

  1. Ana Costa

    Só sei que noutros sítios anda tudo à porrada..e em Mafra foi super pacífico.. o meu concelho está muito à frente..a dor de cotovelo é lixada..

Leave a Comment