Desmantelamento de viaturas furtadas – mandados de busca passam por Mafra

Mandados de busca da Procuradoria-Geral passam por Mafra

No decurso de um “inquérito em que se investigam factos suscetíveis de integrarem a prática de crimes de associação criminosa, furto qualificado, recetação agravada, falsificação de documento e furto qualificado”, a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa informou que foram “emitidos 8 mandados de detenção fora de flagrante delito, 10 mandados de busca domiciliária e 9 mandados de busca não domiciliária, os quais tiveram lugar nas zonas de Sintra, Amadora, Mafra, Cascais, Loures, Lisboa e Tomar”.

Resultando em 4 pessoas constituídas como arguidos que depois de sujeitos a interrogatório judicial “2 ficaram sujeitos à medida de coação de prisão preventiva, 1 com apresentações diárias e o último sujeito a TIR”.

“Segundo os fortes indícios recolhidos, em data anterior a janeiro de 2019 os arguidos criaram um grupo organizado com o intuito de, em conjunto, e com a colaboração de outros indivíduos, planear e executar a subtração de veículos ou de peças de veículos, bem como a aquisição de veículo subtraídos, que depois desmantelavam e vendiam as respetivas peças, com o objetivo de obterem uma vantagem patrimonial e entre eles dividirem os lucros apurados. Os arguidos dispunham de armazéns onde procediam ao desmantelamento das viaturas furtadas”.

A investigação continua a decorrer.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados