Ministra da saúde inaugurou hoje o novo Centro de saúde de Mafra [Imagens]

Ministra da saúde inaugurou hoje o novo Centro de saúde de Mafra

Depois de ver o seu prazo de conclusão adiado, alegadamente, devido a achados arqueológicos encontrados na zona de construção (achados arqueológicos que não estiveram presentes na cerimónia de inauguração e cujo destino/localização se desconhece) foi hoje inaugurado oficialmente aquele que é reconhecidamente o melhor e o melhor equipado centro de saúde da Administração regional de saúde de Lisboa, mais que não seja, por ser aquele cuja inauguração ocorreu mais recentemente – de assinalar, no entanto, que embora uma das queixas mais recorrentes relativamente ao antigo centro de saúde, fossem as frequentes avarias do aparelho de raios X, a verdade é que o novo aparelho, avançadíssimo e a estrear, ainda não está operacional…

Algum povo a assistir, muitos convidados, muito sol a escaldar aqueles que decidiram passar pelo novo centro de saúde e, claro está, os costumeiros discursos, com poucas ou nenhumas novidades. Falaram o representante do Presidente da ARSLVT, o Presidente da câmara de Mafra e a Ministra da Saúde, Marta Temido.

Depois dos discursos, a visita às instalações. Visita atribulada, muita gente a atropelar-se, muito difícil o trabalho dos jornalistas, tantos eram os “penetras”.

Espera-se que venham a ser colocados os médicos que faltam para que todos os utentes tenham médico de família, que o RX não avarie tão cedo, que os funcionários sejam simpáticos – no fundo, e em princípio, os utentes estão debilitados, há que trata-los com suavidade – e que, no atendimento complementar se fale mais português, haja mais competência técnica e se respeite mais a privacidade dos doentes.

O investimento aqui efetuado atingiu os 3 milhões de euros. Quanto ao espaço que ficou agora desocupado, propriedade da Misericórdia de Mafra, nem uma palavra, será que alguém estará à espera do investimento de euros públicos para rentabilizar o espaço agira vago? Aguardemos.

“As anteriores instalações eram da Santa Casa da Misericórdia de Mafra, tinham 70 anos e já não tinham condições físicas para as novas Unidades de Saúde Familiar, para o Atendimento Complementar e para fazer face ao aumento populacional” [Hélder Sousa Silva (PSD)]

O atual mesário da Misericórdia de Mafra é Joaquim sardinha, também vice-presidente da Câmara Municipal de Mafra.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados