Sintra | Telemóveis e droga apreendidos na Prisão do Linhó

Na noite de 2ª feira, 13 de maio, a Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais efetuou uma “busca seletiva a 40 espaços celulares do Estabelecimento Prisional do Linhó”.

Da busca, que decorreu entre as 21 e as 24 horas, resultaram as seguintes apreensões:

– 14 telemóveis
– carregadores artesanais
– 4 “pen drives”
– 4 objetos cortantes artesanais
– 2 seringas
– 25 comprimidos
– 2 frascos de anabolizantes, pequenas quantidades de substâncias presumivelmente estupefacientes
– 5 garrafas de bebida alcoólica produzida artesanalmente
– 20 euros em dinheiro
– alguns equipamentos elétricos autorizados (como televisões e play station) mas que apresentavam quebra dos selos de segurança.

“Esta ação decorreu sem que se tivesse verificado qualquer tipo de incidentes e os reclusos em cuja posse foram apanhados os objetos e bens ilícitos serão objeto do procedimento disciplinar e/ou criminal previstos na Lei“.

Inserida no “trabalho de prevenção e combate à entrada e circulação de produtos e bens ilícitos em contexto prisional” esta busca foi coordenada pela Direção de Serviços de Segurança da Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais e envolveu elementos do corpo da guarda prisional do Estabelecimento Prisional do Linhó, do Grupo de Intervenção e Segurança Prisional (GISP), tendo sido apoiada por binómios cinotécnicos (GOC).

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados