Megaoperação da PJ relacionada com o combate à corrupção fiscal passa por Mafra

Está a decorrer esta manhã uma operação da PJ denominada “Duo Facie” que “visa o combate de crimes de corrupção passiva para ato ilícito, corrupção ativa para ato ilícito, falsidade informática e violação de segredo de funcionário”, tendo sido emitidos 15 mandatos de detenção.

A operação, que envolve várias dezenas de elementos da Polícia Judiciária, bem como Magistrados Judiciais e do Ministério Público tem por objetivo “a detenção de suspeitos da autoria dos crimes de corrupção ativa e corrupção passiva para ato ilícito, falsidade informática e violação de segredo de funcionário e a consequente recolha de prova”.

Esta operação foi desencadeada através de uma denúncia da Autoridade Tributária e Aduaneira que levou à realização de cerca de 13 buscas domiciliárias e não domiciliárias, nos concelhos de Lisboa, Mafra, Coruche, Alcochete, Vendas Novas e Montijo.

Segundo avançam alguns órgãos de comunicação nacional, foram já detidas duas pessoas, o advogado António Taveira, por suspeitas de corrupção ativa para ato ilícito e uma alta funcionária das Finanças, sobe a qual recaem suspeitas de vender informação privilegiada do fisco.

Este esquema, que terá lesado o Estado em milhões de euros encontrava-se já a ser monitorizado pelas autoridades há cerca de três anos.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment