Sintra | Encerrado lar de idosos ilegal em Rio de Mouro

A Segurança Social encerrou, em Rio de Mouro, Sintra, um lar de idosos que estaria a funcionar sem licenciamento.
O encerramento ocorreu depois de uma ação de fiscalização que detetou falta de condições de funcionamento, verificando-se um “perigo iminente para a saúde e integridade dos utentes”.

O lar, que não dispunha de água quente e no qual, de acordo com o que a assessoria de imprensa do Instituto da Segurança Social terá referido à Lusa, os idosos se encontrariam “em condições de higiene e salubridade que foram consideradas gravemente deficitárias, passíveis de colocar em risco a vida dos utentes”.

Foram 15 os idosos retirados deste lar ilegal, sendo que apenas dois foram encaminhados para o hospital, os restantes 13 foram encaminhados para as respetivas famílias.

O encerramento urgente de uma unidade “ocorre quando se verifica um, procedendo-se à sua retirada imediata e “encaminhamento para as respetivas famílias ou para respostas sociais alternativas condignas”, fez notar o Instituto da Segurança Social.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados