Torres Vedras | SNS 24 contacta semanalmente 1453 seniores do ACES Oeste Sul

A 17 de dezembro de 2018 arrancou um projeto de apoio, por telefone, a idosos mais frágeis, no âmbito do Serviço Nacional de Saúde (SNS) . O projeto “Proximidade Sénior” arrancou nesta primeira fase apenas nos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) Oeste Sul (Torres Vedras) e Porto Oriental.

Segundo dados recentemente revelados pelo SNS, desde o início do projeto, em dezembro, e até final do passado mês de fevereiro, o SNS 24 contactou 17 339 idosos com mais de 75 anos, no âmbito do projeto “Proximidade Sénior”, sendo 9 809 do ACES Oeste Sul e 7 530 do ACES Porto Oriental.

Nem todos os idosos contatados pelo SNS 24 optaram por participar neste projeto, 4 682 recusaram, pelo que não foi realizada uma avaliação dos mesmos.

16,6% dos seniores avaliados encontram-se “em situação de fragilidade”.  A situação de fragilidade é baseada “em fatores físicos, sociais e psicológicos, como falta de memória, limitações nos movimentos, algum isolamento, ou com dificuldades em resolver problemas”. Estão a ser acompanhados semanalmente 2 880 utentes dos quais 1 453 são utentes da ACES Oeste Sul.

Ao jornal Público, Micaela Monteiro, coordenadora do SNS 24, referiu que  “a unidade móvel do ACES Oeste Sul, por exemplo, já acompanha cerca de 15 utentes, que tinham ‘fugido do seu radar’, após problemas identificados pelo contacto no âmbito do Proximidade Sénior. Um outro exemplo é o caso de um senhor com problemas de saúde que não ia ao seu centro de saúde há mais de três anos. Após contacto com o SNS 24 foi gerado o alerta para o ACES, que realizou uma visita domiciliária e agendou consultas de seguimento”.

O objetivo passa por alargar o projeto “Proximidade Sénior” a todo o país, mas isso só irá ocorrer depois de efetuar uma avaliação ao trabalho que está a ser afinado nestes dois “casos piloto”, o que deverá ocorrer em julho deste ano.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados