Malveira | Mais uma situação de Prisão preventiva por violência doméstica

Ainda ontem noticiámos que um homem ficou com pulseira eletrónica por violência doméstica, na Malveira, e já hoje surge um novo caso.

Depois de uma investigação que durou 5 meses, o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, deteve ontem, 12 de março, um homem de 54 anos, por violência doméstica na Malveira.

A investigação permitiu apurar que “o suspeito agredia a vítima, a sua mãe de 74 anos, chegando a estar confinada ao quarto da sua habitação por medo do filho. O agressor, numa das situações, agrediu a vítima, deixando-a inanimada no corredor da casa sem lhe prestar auxílio”.

O homem foi hoje presente ao Tribunal, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados