Carnaval de Torres Vedras | Corso Trapalhão e concurso de Matrafonas

Ontem foi noite de Corso Trapalhão e de eleger a matrafona do ano.

Em noite de Corso Trapalhão, uma das maiores manifestações performativas espontâneas do país, pelas ruas da cidade de Torres vedras foi possível “avistar” saloios, enfermeiros “malandros” em greve, Camões, galos de Barcelos, Amálias, campinos, forcados, pescadores tudo “Made in Portugal”, mas claro que não faltaram diabos e diabinhas, unicórnios, palhaços, polícias e ladrões, bruxas, piratas, bailarinas e muitas outras “fantasias” algumas das quais de difícil identificação.

A multidão de foliões misturou-se ainda com os carros espontâneos, Zés Pereiras e cabeçudos, tendo o Corso Trapalhão acabou com a “chegada” da folia trazida pelo Tócadar.

Mas o Carnaval torriense, não é Carnaval sem as suas matrafonas “esse figurão característico do evento, que passa seis dias por ano a satirizar o glamour feminino” e ontem foi noite de eleger a matrafona 2019.

O vencedor foi a candidata nº 11, Nuno Estrangeiro. O pódio das matrafonas de 2019 ficou assim constituído:

1.º lugar – Nuno Estrangeiro (n.º11)
2.º lugar – Paulo Rato (n.º12)
3.º lugar – Tiago Medina (n.º29)

 

Para esta Terça-Feira de Carnaval o programa é o seguinte:
14h30 – Corso Diurno – Desfile de Carros Alegóricos, Grupos de Mascarados, Tó’Candar PALADIN

Se o S. Pedro cumprir o tradicional acordo com o “Carnaval mais português de Portugal” é esperada uma nova enchente nas ruas de Torres Vedras esta tarde.

[Imagens: Carnaval de Torres Vedras]

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados