Berro – 1º Festival de Teatro de Mafra | “Bruta” apresenta “Ensaio de uma Odisseia”

O 1º Festival de Teatro de Mafra, “Berro”, uma organização do Coletivo “A Tribo”, vai trazer ao concelho três grupos de teatro, que nos dias 12, 13 e 14 de Abril irão apresentar as suas produções na Casa de Cultura da Ericeira.

Hoje vamos apresentar a “Bruta” – Bruta Ponto Associação – uma associação constituída por 8 membros, tendo por fim “promover a formação e criação artística nos seus mais variados géneros, nomeadamente nas artes do Teatro e da Música, assim como nas artes plásticas e visuais“.

A “Bruta” tem por público alvo, “um público que se mova pela curiosidade em ver um espectáculo de Teatro como um todo, ao invés de um público que se move exclusivamente pelos actores que fazem parte desse mesmo espectáculo“. A partir desta visão, a companhia assume “o excesso de simplicidade em chegarmos aqui: agilizámos o nosso pensamento e a nossa vontade, num grito uníssono em rumo a uma fuga qualquer. Uma ânsia qualquer. Um impulso qualquer. Uma qualquer coisa Bruta que nos fez rejeitar as meias palavras, as desconstruções supérfluas e a falta de explicações com “porquês” a mais. Deixámos de nos sentir satisfeitos com as interrogações e com os estereótipos que, tantas vezes, quiseram que engolíssemos. Deixámos de nos sentir satisfeitos em não nos podermos sentir satisfeitos.

Significativa também a forma como vêem os públicos e como ultrapassam os seus limites. “Fomos chegando, envoltos de uma felicidade proibida e conscientes de um eterno compromisso: pelo público, para o público e com o público. Chegámos aqui. Ninguém nos disse, ninguém nos ocupou. Fomos só nós. A força bruta de se poder Ser sem limites e de chegarmos a qualquer pessoa. Apeteceu-nos apetecer sem fim, com a liberdade de quem apetece, à Bruta.


Dia 14 de abril

21h30 – Bruta – “Ensaio de uma Odisseia”

Entrada: Diária: € 7,50 | Pack Festival: € 19,00

Sobre a sua apresentação neste festival, “Ensaio de uma Odisseia”, diz-nos o encenador, João André.

ODISSEIA somos nós. São todos os livros que ficam e todas as histórias que se contam. São palavras que nascem de um “Homero” para se perpetuarem no imaginário de todas as pessoas, ecoando num tempo que passa cada vez mais rápido. Encaramos a viagem como um mote para este “ensaio”, que não é mais que uma tentativa para uma outra qualquer Odisseia. Um tropeção em acontecimentos heróicos, em lendas, em criaturas e Deuses que se transforma na realidade da nossa vida quotidiana: um ensaio. De uma Ítaca para uma sala, de um navio para um carro, de um único Ulisses…para mil. Assim é a ODISSEIA, um lugar aberto a um ensaio que se repete infinitamente.

 

Ficha Técnica:

Criação e direcção: João André
Interpretação: Carlos Gonçalves, Carolina Picoito Pinto, João Gamory e Maria Muge
Texto: Carolina Picoito Pinto  
Desenho de luz: João André
Figurinos Rita Liberal
Cenografia Catarina Fernandes
Imagem: Vítor Branco
Produção Bruta Companhia de Teatro

 

Cereja no topo do bolo, a ligação do encenador a Mafra, onde viveu e ensinou durante 5 anos, tendo criado “um laço de afecto e grande admiração por aquele que é um dos mais belos concelhos deste país.

Até final de Maio de 2019 a Bruta irá estar em digressão com “Ensaio de uma Odisseia”. Em Setembro iniciaremos ensaios para a nossa 7ª produção com estreia marcada para 29 de Novembro de 2019 no Teatro Municipal Amélia Rey Colaço – Algés.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados