Torres Vedras | Arrancou oficialmente o Carnaval 2019

Ontem, ao final da tarde, arrancou oficialmente o Carnaval de Torres Vedras 2019, com a inauguração do Monumento ao Carnaval.

A Praça da República foi pequena para acolher os milhares de foliões que marcaram presença na inauguração do “Grande Galo, Zé”.

O evento foi apresentado pelo grande “Vasco Santana” e o 1º a subir ao palco foi Bruno Melo da empresa responsável pela conceção do monumento, que explicou a obra, referindo que, dado o enquadramento do tema, o galo de Barcelos era obrigatório. Mas este “galo suporta um peso muito grande, o dos políticos que já estão no poleiro e dos que querem chegar ao poleiro”.  Para além dos políticos que “tentam trepar” pelo galo até à geringonça e dos políticos que fazem parte da geringonça, marcam ainda presença no monumento, Mac Namara,  Madona e Cristiano Ronaldo. A “puxar o galo” está a Marisa e a Joana Vasconcelos.

De seguida, subiu ao palco Carlos Bernardes, presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, que referiu ser um “dia especial, porque vamos homenagear uma grande matrafona do Carnaval de Torres Vedras, o nosso grande amigo Corneta, que vai ter direito a um cabeçudo”.

Corneta, Luís Correia, uma das “matrafonas” mais características deste Carnaval, agradeceu aos torrienses e a todos os que se deslocam ao Carnaval mais português de Portugal.

Um dos momentos mais emotivos deste pontapé de saída do Carnaval de Torres Vedras foi a substituição do Rei do Carnaval. Como se sabe, Ricardo Miranda abdicou do trono em Março deste ano, tendo sido revelado em junho, que o seu sucessor seria Fernando Martins.

Ricardo Miranda, que chegou de mota, recebeu uma enorme ovação e não conseguiu esconder a sua emoção no seu último discurso enquanto rei. “Passamos a pasta, mas continuamos a amar este Carnaval” referiu o rei deposto e concluiu dizendo esperar “que o próximo dê toda a cor que o Carnaval precisa”.

António Miranda, chanceler da Real Confraria do Carnaval de Torres foi o fiel depositário do símbolo do Carnaval, o “corno real” e da coroa.

“Foliões e folionas, minha rainha do Carnaval, membros da confraria, ministros e matrafonas, fidalgos, Marias Cachuchas, Lombias, Flausinas, Saca Adegas, companheiros da Osga, Ribombar e restantes grupos do Carnaval, este é o meu primeiro auto real e a primeira palavra vai para o rei cessante, o grande Ricardo Miranda, cuja dedicação e alegria muito nos orgulha”.

O novo Rei não terminou o seu discurso sem convidar o Primeiro Ministro de Portugal a efetuar uma visita oficial ao Reino do Carnaval de Torres Vedras, entre 1 e 6 de março, ssegurando que “não há outro local em Portugal onde se sentirá tão bem”.

[imagem – Carnaval de Torres]

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados