Dia Mundial de Luta Contra o Cancro

Assinala-se hoje o Dia Mundial de Luta Contra o Cancro tendo por objetivo desmistificar algumas das ideias pré-concebidas sobre o cancro e informar sobre os fatos reais da doença.

Segundo dados do Instituto Português de Oncologia (IPO) a prevalência do cancro, em Portugal, está a aumentar.

Por ano, o IPO acompanha mais de 57 mil pacientes.

Alguns dados relativos ao ano de 2017:
– Novos doentes: mais de 10 mil
– Sessões de quimioterapia: 36 mil
– Tratamentos de radioterapia: 84 mil
– Consultas: 258.000
– Consultas de primeira vez: 45.300
– Cirurgias: 6.800
– Transplantes de medula: 90

No caso do cancro pediátrico, o IPO Lisboa recebe cerca de 200 novos casos por ano e tem 400 crianças em tratamento.

As doenças oncológicas são a segunda causa de morte em Portugal. Atualmente os cancros com maior incidência são os cancros da mama, próstata, pulmão, estômago e bexiga.

O que é o Cancro?
Cancro é a designação que engloba um grupo de mais de cem doenças diferentes, que têm em comum um crescimento celular descontrolado e a disseminação de células anormais.

Quando surge?
O cancro surge quando ocorre uma lesão do material genético, ou seja, do ADN da célula, levando ao aparecimento de mutações. O passo seguinte denomina-se «promoção», levando a uma proliferação descontrolada de células anormais.
Numa pessoa saudável, estas células são eliminadas pelo sistema imunitário. Mas se o nosso organismo não for capaz de as reconhecer e destruir surgirá uma neoplasia maligna ou um cancro.

São múltiplos os fatores que podem contribuir para o aparecimento de uma doença maligna:

  • Dieta
  • Tabaco
  • Infeções virais
  • Exposição excessiva à radiação solar
  • Exposição a certos agentes químicos, hormonas e radiações
  • Influência genética

Estes fatores podem atuar isoladamente ou em combinação durante vários anos até se declarar a doença.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados