Situação no Serviço de Urgência encontra-se já regularizada no Hospital Beatriz Ângelo

O Hospital Beatriz Ângelo viveu na noite passada uma situação caótica, com doentes a terem de esperar cerca de 8 horas para serem atendidos, situação que já se encontrará ultrapassada.

Segundo nota emitida pela Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), esta entidade esclarece que as “dificuldades sentiram-se esta noite devido à falta imprevista de dois dos médicos escalados, tendo a situação sido normalizada com o início do turno da manhã”.

O Hospital de Loures terá já tomado “as diligências necessárias para que o serviço seja assegurado dentro da normalidade nos próximos dias” segundo a mesma nota.

Este hospital de Loures serve uma população de cerca de 278.000 pessoas dos concelhos de Loures, Mafra (Malveira, Milharado, Venda do Pinheiro e Stº Estevão das Galés), Odivelas e Sobral de Monte Agraço

A ARSLVT relembra que os Cuidados de Saúde Primários disponibilizam serviços de Atendimento Complementar (AC) que “poderão dar resposta aos casos de doença súbita que não coloquem em risco a vida da pessoa”, devendo por isso a população utilizar os AC nos “casos de gripe ou outros de idêntica gravidade”.

Na Área de Influência do Hospital Beatriz Ângelo, o Plano de contingência de Inverno funciona nos seguintes ACs:

  • Mafra – Rua Domingos Machado Pereira – Funcionamento em contínuo (24H)
  • Póvoa de Santo Adrião – Rua Henrique dos Santos – das 10H às 20H
  • Sobral de Monte Agraço – das 08hàs 14H

Horário de domingos, feriados e tolerâncias de ponto

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados