OPINIÃO POLÍTICA | Matilde Batalha – Dicas para um Natal mais Humano e Sustentável

Dicas para um Natal mais Humano e Sustentável

 

O PAN- Pessoas- Animais- Natureza deseja a todos e todas umas boas festas! Deixamos algumas dicas para este Natal. Ficam como sugestão!

 

1 – Oferece prendas úteis. Algo que saiba que faz falta à pessoa que deseja dar um presente. Quando o fizer, opte por produtos com durabilidade e que não estejam embalados em excesso. Nos cosméticos ou perfumaria, considere prendas o mais naturais possível e garanta que não foram testadas em animais. Decida também por opções mais ecológicas e fair trade, com o menor impacto ambiental possível. No caso da tecnologia, pode sempre optar por marcas mais seguras e ecologicamente responsáveis. Informe-se! Informação é poder!

2 – Faça as suas prendas ou compre-as em feiras, lojas de comércio tradicional, feiras ou em associações de solidariedade social, humanitária, zoófila ou ambiental. Estará a estimular a economia do seu bairro e a ajudar também associações que ajudam importantes causas.

3 – Ofereça plantas e árvores. Vamos dar um presente ao planeta e combater a descarbonização?

4 – Os animais não são coisas, logo não são prendas para se oferecerem. São seres sencientes para adotar responsavelmente para a vida. Todos os membros da família têm de estar de acordo e informados do que implica esse importante gesto da adoção. Implica despesa, possivelmente algumas meias ou mobília roída e também saber que para onde quer que vá, seja mudança de casa ou de país, este ser é da sua responsabilidade. Implica também muito amor e mimo e acredite, se há seres capazes de amor incondicional, são os animais.

5 – Reutilize materiais e crie enfeites originais para a árvore de Natal. Para além de ser divertido juntar a família nesta tarefa, exercita também o seu talento para trabalhos manuais. Utilize materiais reutilizados, tornando este natal ainda mais amigo do ambiente. Se quiser mesmo comprar decorações de Natal já feitas, opte apenas por enfeites que saiba que vai usar durante vários anos e evite peças de decoração muito compostas em termos de materiais – tudo o que envolva vários materiais torna-se difícil de reciclar. Ah, e sobre as luzes de Natal, não a deixe acesas se não estiver ninguém na divisão.

6 – Evite os embrulhos em papel e opte por caixas e sacos reutilizáveis. Idealmente, os papéis de embrulho deveriam ser todos reutilizados de outras ocasiões, por isso, os que conseguir aproveitar, guarde. Os papéis com efeitos de brilho e cores adicionadas a muitos destes papéis são difíceis de reciclar. Uma outra opção bem gira e original é embrulhar as suas prendas de natal utilizando páginas de revistas antigas. Fica o desafio! Para os laços pode também guardar os antigos ou fazer com tecidos que tenha por casa.

7 – Opte por adquirir alimentos locais, frescos e biológicos. São melhores para a sua saúde e para o ambiente.

8 – Experimente nesta consoada alguns pratos vegetarianos. A tradição da consoada é o prato de bacalhau, mas a espécie está em perigo de extinção e sendo assim, fica o desafio de cozinhar algo diferente, sem sofrimento animal.

 9 – Confecione apenas a quantidade de comida necessária para o número de pessoas em questão, evitando assim o desperdício alimentar.

10 – Faça donativos a associações ou a causas solidárias.

 

Nesta época são gerados ainda mais resíduos do nos dias habituais. Para além dos resíduos alimentares, que podem ser facilmente compostados (fica a dica que ter um compostor), são muitas as embalagens, papéis de embrulho, garrafas de vidro, pilhas ou óleo alimentar usado, entre tantos outros que ficam por tratar. É importante saber tratá-los e separá-los da melhor forma. Guarde os papéis de embrulho e laços para reutilizar depois, reserve o óleo alimentar usado e encaminhe para o respetivo ecoponto os resíduos que devem ser reciclados.

Sabemos também que a casa fica suja e desarrumada. Nas necessárias limpezas procure reduzir a quantidade e perigosidade dos produtos de limpeza que utiliza privilegiando sempre os detergentes naturais e biodegradáveis. Estes não contaminaram o seu lar nem as águas.

O Natal é a maior festa de aniversário do mundo! É tempo de celebração. As famílias, amigos e amigas juntam-se e é um evento de alegria e solidariedade. Façamos desta quadra ainda mais contagiante, partilhando esta mensagem ecológica e tornando as nossas tradições de Natal muito mais naturais, sustentáveis e fraternas para com a natureza.

Que 2019 seja um ano de concretizações positivas e conscientes! Com amor e saúde!

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados