Torres Vedras | Dois homens e uma mulher detidos na Operação “Tabaco Black Market”

O Destacamento Territorial da GNR de Torres Vedras deteve ontem, 4 de dezembro, “dois homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 25 e os 59 anos, por furtos de máquinas de tabaco, nos distritos de Lisboa e Santarém”. Este grupo atuava nos concelhos de Torres Vedras, Lourinhã e Cadaval e é ainda “suspeito de se dedicar a furtos de artigos religiosos em cemitérios, tendo sido apreendidas dezenas de figuras religiosas e de ornamentação”.

80 militares das diversas valências da GNR e com o apoio da Polícia de Segurança Pública levaram cabo a operação que foi o culminar de uma investigação que decorria há cerca de seis meses, pela “prática de crimes de furto qualificado”

O modus operandi, deste grupo atuava de forma organizada consistia na “pré-seleção de estabelecimentos comerciais, procedendo ao arrombamento das portas, levando as máquinas de tabaco e outros artigos e equipamentos. Posteriormente os indivíduos desmantelavam as máquinas e vendiam as suas peças, escoando o tabaco por vários recetadores particulares no distrito de Lisboa”.

Foram realizadas “14 buscas, das quais 12 domiciliárias e duas em veículos” nas localidades de Torres Vedras, Alenquer e Santarém.

Foram apreendidos na operação:

  • 84 maços de tabaco;
  • Sete armas de fogo;
  • Um bastão extensível;
  • Uma faca de abertura automática (tipo ponta-e-mola);
  • Nove televisores (LCD, plasmas);
  • 12 botijas de gás;
  • Três tablets e um portátil;
  • Duas consolas de jogos;
  • Um ciclomotor;
  • 19 telemóveis;
  • Uma máquina fotográfica e uma coluna bluetooth;
  • Vários eletrodomésticos e  diversas ferramentas elétricas utilizadas na prática dos furtos;
  • Diversos artigos e peças de máquinas desmanteladas;
  • 1 810 euros em numerário.

 

Dos 3 detidos um deles foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional das Caldas da Rainha por “ter pendente um mandado de detenção e condução para cumprimento de prisão efetiva”.
Os detidos serão amanhã, 6 de dezembro, presentes a Tribunal tendo eles, na “sua maioria com antecedentes criminais relacionados com o mesmo tipo de crime”.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

Leave a Comment