Sintra | Mulher detida por burla qualificada

Foi detida e apresentada ao juiz de instrução uma uma mulher fortemente indiciada pela prática de crimes de burla qualificada, falsificação de documento e de falsidade informática. O juiz decidiu-se pela aplicação da medida de coação de prisão preventiva.

Desde dezembro de 2015, que a arguida vinha publicando anúncios online, em diversos sites, onde publicitava e negociava o arrendamento de imóveis/quartos nas áreas de Queluz e Sintra, “com o intuito de obter o pagamento de quantias a título de caução, depósito de reserva ou adiantamento de rendas, que solicitou aos interessados, que contactou pessoalmente ou por visitas aos locais. A arguida visava a obtenção de quantias monetárias indevidas em prejuízo dos ofendidos que se viam assim desapossados das quantias que entregavam sem obterem o correspondente benefício.”

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados